Em 2017 o evento aconteceu em Herval d´Oeste. (Fotos: Arquivo Portal Éder Luiz)
2018Abril – Linden Bier – Melhor Daqui

Nos próximos dias 20 e 21 de abril (sexta e sábado), o Corpo de Bombeiros Militar de Joaçaba sediará o 2ºDesafio Catarinense de Resgate Veicular. O evento contará com a participação de 14 equipes do estado de Santa Catarina, compostas por bombeiros militares, comunitários e voluntários.

O evento ocorrerá no Centro de Promoções de Joaçaba (CPJ), sendo a entrada gratuita. Na sexta-feira, as manobras ocorrerão das 13h às 19h, já no sábado, o evento ocorrerá das 8h às 17h.

.

A transmissão ao vivo será feita pelo Facebook Oficial do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina.

Competirão neste ano as seguintes unidades de bombeiros:

1ºBBM: Florianópolis;
3ºBBM: Blumenau;
6ºBBM: Chapecó,
6ºBBM Seara;
6ºBBM: Pinhalzinho;
8ºBBM: Tubarão;
11ºBBM: Joaçaba;
12ºBBM: São Miguel D’Oeste;
13ºBBM: Balneário Camboriú;
Bombeiros Voluntários de Concórdia;
Bombeiros Voluntários de Caçador;
Bombeiros Voluntários da União (Ascurra, Apiúna e Rodeio);
Bombeiros Voluntários de Guaramirim.

 

As equipes que classificarem-se no 2ºDesafio Catarinense de Resgate Veicular estarão aptas a participarem do Desafio Nacional que ocorrerá em julho, na cidade de Curitiba-PR. Já o World Rescue Challenge 2018 ocorrerá na Cidade do Cabo, África do Sul.

Entenda mais sobre o Desafio Catarinense de Resgate Veicular

O Desafio consiste no atendimento de ocorrências divididas em dois tipos: Manobra Rápida
e Manobra Complexa. Normalmente, em função da dificuldade logística, são realizadas apenas duas manobras nos desafios em âmbito nacional. Os cenários são previamente sorteados por membros da Associação Brasileira de Resgate e Salvamento, sendo que nenhuma equipe terá acesso previamente. Esse fato torna a competição o mais próxima possível da realidade, uma vez que as guarnições possuem poucas informações até a chegada no local da ocorrência.

As manobras funcionam da seguinte maneira:

a) Manobra Rápida: 10 minutos de duração. 2 veículos. 1 vítima inconsciente
b) Manobra Complexa: 30 minutos de duração. 2 veículos. 2 vítimas.

Para a realização das manobras são utilizados veículos totalmente descontaminados, sem
combustível e óleo, sendo posteriormente colapsados com emprego de maquinário pesado. São utilizados outros elementos como defensas, guardrails, postes, árvores e outros. Visando também a aproximação com a realidade das ruas, todas as vítimas são reais. São pessoas que realizam o curso de figuração e que também atuam como avaliadores da equipe de Atendimento Pré-Hospitalar.

As equipes são compostas por 7 (sete) elementos: Comandante, Resgatista 1. Resgatista 2, Logística, Socorrista 1, Socorrista 2 e Suplente (caso queiram). Podem ser componentes das equipes: bombeiros militares, bombeiros civis profissionais, bombeiros comunitários, bombeiros voluntários e profissionais do SAMU.

A avaliação destes bombeiros é realizada em três pilares: Comando, Área Técnica (Operação de Ferramentas) e Área Médica. Visando também a aproximação com a realidade das ruas, todas as vítimas são reais. São pessoas que realizam o curso de figuração e que também atuam como avaliadores da equipe de Atendimento Pré-Hospitalar.

Neste ano, os avaliadores serão oriundos dos estados de São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal, sendo que todos pertencem ao quadro da Associação Brasileira de Resgate e Salvamento – ABRES.

Atuando há mais de 20 anos na Comunicação, com experiência em emissoras de rádio e televisão, em 2009 o Jornalista Éder Luiz inicia uma nova forma de trabalho na região Meio-oeste Catarinense, o Jornalismo Digital. Hoje o Portal Éder Luiz é referência em informação com credibilidade, recebe mais de 500 mil visitas por mês e são vistas 1 milhão de páginas. Entre em contato pelo (49) 9 8851-5151 e jornalismo@ederluiz.com.vc.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here