2018Agosto – Autoshow – Noticia Topo

A Atenção Básica caracteriza-se por um conjunto de ações de saúde, no âmbito individual e coletivo, que abrange a promoção e a proteção da saúde, a prevenção de agravos, o diagnóstico, o tratamento, a reabilitação, redução de danos e a manutenção da saúde.

São serviços de atendimento Básico (atendimento nos postos de Saúde):

  • Acompanhamento de crianças e gestantes;
  • Acompanhamento de pessoas com doenças crônicas, como diabetes hipertensão, tuberculose e hanseníase;
  • Aplicação de injeção, com receita médica;
  • Atendimento em grupo;
  • Atendimento odontológico (realiza extração, restauração, limpeza e aplicação de flúor) educação e promoção em saúde bucal;
  • Consulta em clinica médica;
  • Consulta de Enfermagem;
  • Curativos e retirada de pontos;
  • Encaminhamento para especialistas;
  • Fornecimento de Medicação com receita do SUS;
  • Planejamento familiar e distribuição de métodos contraceptivos;
  • Inalação ( nebulização);
  • Realização de exame preventivo do câncer de colo de útero e avaliação da mama;
  • Teste do pezinho;
  • Vacinação;
  • Visita domiciliar;
  • Pequenas cirurgias.
  • Testes rápidos para HIV, Sífilis, Hepatites B e C
  • Atendimento psicológico e fonoaudióloga
.

As unidades atuam nos seguintes horários:

Segunda a sexta-feira das 07:30hs as 11:30hs e das 13:00hs as 17:00hs

O cronograma de atividades é elaborado por cada equipe.

O atendimento nas unidades se dá de forma prioritária segundo a legislação nacional abaixo:

Lei nº 10.048, de 8 de novembro de 2000:

  • 1oAs pessoas portadoras de deficiência, os idosos com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos, as gestantes, as lactantes e as pessoas acompanhadas por crianças de colo terão atendimento prioritário, nos termos desta Lei.
  • 2oAs repartições públicas e empresas concessionárias de serviços públicos estão obrigadas a dispensar atendimento prioritário, por meio de serviços individualizados que assegurem tratamento diferenciado e atendimento imediato às pessoas a que se refere o art. 1o.

Todas as pessoas que procuram a unidade para atendimento médico devem ser acolhidas por qualquer integrante da equipe e este deve encaminhar para avaliação com enfermeira que fará a classificação de risco através das necessidades e queixas que a pessoa apresentar no dia. A classificação de risco consiste em ordenar as consultas por cores, sendo elas: azul (atendimento em até 4 horas), verde (atendimento em até 2 horas), amarelo (atendimento em até 30 minutos) e vermelho (atendimento imediato) conforme a gravidade dos casos, sendo que as situações mais urgentes sempre passarão na frente independente do seu horário de chegada.

A Classificação de Risco dos casos de demanda espontânea deve seguir os seguintes critérios:

Vermelho: Atendimento imediato (alto risco de vida)

Necessita de intervenção da equipe no mesmo momento, obrigatoriamente com a presença do médico. Exemplo: parada cardiorrespiratória; dificuldade respiratória grave; convulsão; rebaixamento do nível de consciência; dor severa.

Amarelo: Atendimento prioritário (risco moderado)

Necessita de intervenção breve da equipe. Exemplo: Crise asmática leve e moderada; febre sem complicação; gestante com dor abdominal; usuários com suspeita de doenças transmissíveis; pessoas com ansiedade significativa; infecções orofaciais disseminadas; hemorragias bucais espontâneas ou decorrentes de trauma; suspeita de violência.

Verde: Atendimento no dia (risco baixo ou ausência de risco com vulnerabilidade importante)

Situação que precisa ser manejada no mesmo dia pela equipe levando em conta a estratificação de risco biológico e a vulnerabilidade psicossocial. Exemplo: dor para urinar; tosse sem sinais de risco; dor lombar leve.

Azul: Situação não aguda

Atendimento não urgente (solicitação de exames de rotina, mostrar exames, renovação de medicamento de uso continuo). O paciente pode aguardar ou ser agendado. Vale salientar que o tempo para o agendamento deve levar em consideração a história, vulnerabilidade e o quadro clínico da queixa.

Além dos atendimentos médico e de enfermagem, a equipe também realiza as ações em grupos e visitas domiciliares, que demandam períodos da semana em que a equipe estará ausente das unidades.

Quando exames e consultas são agendados em outros serviços (exemplo: consulta com especialista) as autorizações devem ser retiradas na unidade com antecedência mínima de dois dias antes da consulta em questão, caso contrário, a mesma será automaticamente cancelada. Caso não haja possibilidade de ir à consulta agendada, a mesma deve ser cancelada com o mesmo prazo. Isto contribui para que as filas de espera sejam reduzidas e os problemas de saúde resolvidos com mais agilidade.

Comentários
Compartilhar
Atuando há mais de 20 anos na Comunicação, com experiência em emissoras de rádio e televisão, em 2009 o Jornalista Éder Luiz inicia uma nova forma de trabalho na região Meio-oeste Catarinense, o Jornalismo Digital. Hoje o Portal Éder Luiz é referência em informação com credibilidade, recebe mais de 500 mil visitas por mês e são vistas 1 milhão de páginas. Entre em contato pelo (49) 9 8851-5151 e jornalismo@ederluiz.com.vc.