Este 7 de Abril é oficialmente o Dia Nacional de Combate ao Bullying. A data é importante pelo contexto de abusos, violência e preconceito que existe em nossa sociedade e que muitas vezes é tratado como um comportamento normal. Não é!

Bullying quer dizer intimidação, humilhação e agressão por parte física ou moral, acontece principalmente nas escolas, pois é onde os jovens e crianças passam boa parte do tempo em convívio social.

publicidade
Colmeia – Últimas Notícias

Existem 8 tipos de bullying “catalogados”:

1. Físico: Violência física como socar, chutar ou bater em um colega repetidas vezes. Este é o bullying mais fácil de identificar.
2. Psicológico: Perseguir, amedrontar, aterrorizar, manipular, intimidar, dominar, chantagear o colega de escola.
3. Moral: Difamar, caluniar ou espalhar um boato sobre alguém
4. Verbal: Insultar ou xingar de forma repetitiva ou criar apelidos que humilham os colegas
5. Sexual: Assediar, induzir ou abusar de alguém
6. Social: Ignorar, isolar ou excluir constantemente um colega do convívio social
7. Material: Furtar, roubar ou destruir os pertences de alguém
8. Virtual: Humilhar os colegas pela rede, enviar mensagens que invadem a intimidade, falsificar fotos e dados pessoais provocando sofrimentos e constrangimento.

Estamos muito perto dele todos os dias

O que se vê seguidamente é a combinação de várias formas. Um exemplo são os casos de brigas envolvendo alunos adolescente na saída de escolas aqui na região. Existe o comportamento de violência, mas também a atitude completamente errada de gravar as cenas e divulgar pela internet, o que vemos seguidamente.

O que nós fazemos?

Como veículo de comunicação, o Portal Éder Luiz adotou há muito tempo a prática de não divulgar, mesmo que de forma editada, vídeo de brigas em saída de escolas, pois acreditamos que mesmo desta maneira eles servem para aumentar ainda mais a propagação de imagens desnecessárias e que ferem quem foi vítima, além de ressaltar o comportamento do agressor.

Essa é a nossa atitude contra o Bullying! E o que você faz? Como combate o Bullying?

Assista o vídeo abaixo e veja como podemos reagir e ajudar quem sofre o Bullyng

Dica

Uma sugestão de série para conhecer mais sobre o Bullyng e criar consciência é “13 Reasons Why”, recentemente lançada na Netflix.

Com sua trama e linguagem adolescentes, 13 Reasons Why à primeira vista pode parecer uma novelinha de angústias particulares, mas desenvolve profundidade e temáticas obrigatórias não só para pais de crianças e adolescentes, como também para a sociedade como um todo.

O bullying e o cyberbullying presentes nos colégios brasileiros estão relacionados a desfechos igualmente trágicos como mostra a série, como automutilações, agressões e assassinatos.

Veja um teaser da série com brasileiros falando sobre o Bullyng

Fonte: Portal Éder Luiz

Unifique – Últimas Noticias
Atuando há mais de 20 anos na Comunicação, com experiência em emissoras de rádio e televisão, em 2009 o Jornalista Éder Luiz inicia uma nova forma de trabalho na região Meio-oeste Catarinense, o Jornalismo Digital. Hoje o Portal Éder Luiz é referência em informação com credibilidade, recebe mais de 500 mil visitas por mês e são vistas 1 milhão de páginas. Entre em contato pelo (49) 9 8851-5151 e jornalismo@ederluiz.com.vc.

4 COMENTÁRIOS

  1. Primeiro nao e o caso de revisar a uma agressao seja ela fisica ou psicologica, isso e uma questao de ensinarmos as nossas criancas que e errado fazer isso, ensina-los ter respeito dar valores a eles so assim iremos realmente combater essas atitudes, esse preconceito que elas adquirem na infancia e que acabao levando para a vida toda, devemos ensinar educadar elas para serem seres humanos dignos reapeitando as diferencas de cada um.

  2. É só ensinar o filho a bater em quem o agrediu ou amedronta, bem simples. Levou um tapa? Devolve! Foi chutado? Da uma bica em quem o chutou! Mídia e Escola preferem sempre só falar de bullying e direitos humanos e a casa do baralho. Prefiro o modo macho de ser.

    • O Que significa o “modo macho de ser” ? Responder a violência com violência ? Isso não resolve nenhum problema, só causa novos. Estamos no século XXI, seu pensamento já está ultrapassado.

  3. Mas sera que professores e diretores das escolas estão aptos no conhecimento do que é BULLYNG,porque a minha filha estudou sempre num determinado colegio em Luzerna….qdo fui falar varias vezes com a Direção elas falavam que não era nada eram so adolescentes brigando por causa DE NAMORADINHO…,hoje me arrependo porque varias vezes minha filha chegou chorando em casa e pedindo para sair deste colegio e eu não a tirei ,elas são totalmente DESTREPARADAS para este tipo de situação…..hoje minha filha não esta mas no colegio esta na faculdade mas eu e ela nunca tivemos apoio da Direção do colegio

Deixe uma resposta