Residência dos idosos em Novo Horizonte. (Foto: Nova FM/Divulgação)
2018Abril – Thermas Piratuba – Melhor Daqui

Um casal de idosos morreu após um assalto em uma residência. O crime aconteceu na madrugada desta terça-feira (12), na cidade de Novo Horizonte. Três suspeitos foram detidos em Chapecó no período da manhã. A ação planejada teve início na noite de segunda-feira (11).

Em entrevista coletiva, o delegado Luiz Schaefer Junior, da Polícia Civil, contou que ao menos cinco indivíduos, usaram um veículo VW/Gol, de cor cinza, furtado nesta segunda-feira (11), para ir até a cidade de Novo Horizonte onde cometeram o crime. “Eles obtiveram a informação de que na casa das vítimas haveria um cofre com uma quantidade considerável de dinheiro. Iniciaram o planejamento desse crime há mais ou menos uma semana e ontem à noite (11), eles puseram em pratica”, disse.

.

Os cinco indivíduos são moradores da região leste de Chapecó. Segundo o delegado, os jovens chegaram à cidade por volta da meia noite. Perto da 1h da madrugada, quatro, dos cinco indivíduos, invadiram a residência, enquanto o outro aguardou no carro. “Eles iniciaram ali a coleta dos objetos e tentaram descobrir a senha do cofre com as vítimas, mas não conseguiram”, explica Schaefer. O delegado, conta que, descontentes com a situação, os rapazes asfixiaram o casal com intuito de descobrir o código do cofre, mesmo assim não conseguiram e continuaram a tortura do casal.

As vítimas identificadas como Honorino Luiz Pastre, de 85 anos, e Brandina Iolanda Echer, de 82 anos, não resistiram à agressão e morreram no local. A mulher era cadeirante e foi encontrada na cadeira de rodas, já o homem foi localizado caído próximo da cama.

O cofre sendo periciado na manhã desta terça-feira (Foto: Willian Ricardo/ClicRDC)

O grupo não conseguiu abrir o cofre. “Eles carregaram o mesmo até o carro das vítimas, uma Toyota/Corola, placas de Novo Horizonte e saíram em fuga para Chapecó”, após 1h30 dentro da residência, segundo o delegado.

Por volta das 5h da manhã desta terça-feira, a Polícia Militar recebeu uma denúncia através da Central Regional de Emergência (CRE 190), informando que havia um veículo em atitude suspeita na região Oeste da cidade. Em rondas, os policiais avistaram o carro na Avenida Atílio Fontana, que logo empreendeu fuga em direção a rua Paulo Pasquali, no loteamento Jardim do Lago. Os suspeitos só pararam o veículo após colidir o veículo em um poste de emergência, em seguida, na varanda de uma residência, no final da rua.

Conforme o soldado Francis dos Santos, do Canil, “neste momento, os cinco indivíduos se evadiram do local correndo. A guarnição conseguiu deter dois deles, sendo um menor, de 16 anos, e um homem, de 23 anos”, disse o Soldado. Horas depois, os policiais localizaram outro suspeito, de 17 anos.

No automóvel, os policiais encontraram o cofre, um simulacro de pistola e R$ 3.016,00 em dinheiro. “Em entrevista aos suspeitos, a guarnição começou a desvendar um crime bem maior por trás desta abordagem”, explicou o policial. A PM acredita que os indivíduos estariam procurando um local para abrir o cofre, quando foram abordados.

O automóvel Gol foi encontrado abandonado na Linha Alto da Serra. “Inicialmente saíram de Novo Horizonte com os dois veículos, mas no caminho eles tiveram um problema no Gol, estourou o pneu, e então embarcaram todos no Toyota/Corola”, esclarece o delegado.

Um dos presos (Foto: Willian Ricardo/ClicRDC)

Os três detidos foram preliminarmente ouvidos na manhã desta terça-feira na Central de Plantão Policial (CPP), pelo delegado Luiz. “As investigações prosseguem agora com a Divisão de Investigação Criminal (DIC) de São Miguel do Oeste. Destes cinco, dois são menores de idade, e três são maiores”, contou Schaefer. “Nós vamos providenciar a internação provisória dos menores e solicitar a preventiva dos maiores, que responderão também pelo crime de corrupção de menores”, pontuou.

Dois homens, que participaram do crime, fugiram e não foram localizados. Segundo o delegado, eles já foram identificados, sendo um de 18 e outro de 19 anos.

Alguns dos individuais já possuíam passagens pela Polícia. “Os que tinham eram furtos e crimes patrimoniais”, contou.

Fonte: Clic RDC

Comentários
Compartilhar
Atuando há mais de 20 anos na Comunicação, com experiência em emissoras de rádio e televisão, em 2009 o Jornalista Éder Luiz inicia uma nova forma de trabalho na região Meio-oeste Catarinense, o Jornalismo Digital. Hoje o Portal Éder Luiz é referência em informação com credibilidade, recebe mais de 500 mil visitas por mês e são vistas 1 milhão de páginas. Entre em contato pelo (49) 9 8851-5151 e jornalismo@ederluiz.com.vc.