Após justiça decidir que animal recolhido deve ser devolvido ao dono, ONG busca reverter a situação

Caso aconteceu em Joaçaba e envolve a ONG Bom pra Cachorro.

, 14.254 visualizações
Após justiça decidir que animal recolhido deve ser devolvido ao dono, ONG busca reverter a situação

Um caso atendido pela Ong Bom pra Cachorro de Joaçaba foi parar na Justiça. Tudo começou semanas atrás quando após denúncias de que um animal estava em situação de maus-tratos. As voluntárias então, após constatarem a situação retiraram o cão do local. A proprietária do animal entrou na justiça e teve o pedido para que o animal seja devolvido acatado pelo juiz. A decisão, no entanto, está sendo contestada pelas voluntárias da ONG.

A ONG alega que não teve sua representante e nem as pessoas que fizeram as denúncias ouvidas pela justiça antes da decisão ser proferida. Elas anexaram fotos do ambiente em que encontraram o animal e também possuem um laudo feito pela clínica veterinária que atendeu o cachorro atestando a situação em que se encontrava, por isso, continuam alegando que diante de tais constatações ele não pode voltar para o lugar que estava. 

“Gostaríamos de ser ouvidas pelo Juiz e que ele analise o que apresentamos. O animal estava acorrentado, em situação precária como as fotos mostram. Não queremos devolver o animal para que passe por isso novamente. Não vamos desistir dele”, afirmou a voluntaria Terezinha Romanetto.

A ONG informou que está buscando meios de recorrer da decisão tomada pelo juiz.


Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas