Assista! Prisão de produtor rural em Caçador gera comoção

Seu Luiz Petrykowski foi levado a delegacia após ter mais de R$ 3 mil reais em produtos coloniais apreendidos.

, 22.879 visualizações

O produtor de queijos artesanais, caçadorense Luiz Petrykowski, passou momentos de horror na quarta-feira (9) durante a tradicional Feira do Produtor Rural em Caçador, onde semanalmente dezenas de produtores rurais comercializam seus produtos com grande publico em todos os momentos. Aos gritos dele mesmo dizendo “algema o agricultor”, Seu Luiz acabou detido pela Polícia Militar e encaminhado a delegacia, por não aceitar a apreensão de mais de R$ 3 mil reais em queijos que ele comercializa na feira, devido a falta de um selo de Inspeção Municipal. A ação tinha a frente dos trabalhos a Vigilância Sanitária. 

Em entrevista a Rádio Caçanjurê na manhã desta quinta-feira (10), já mais calmo, o produtor Luiz Petrykowski disse que realmente se exaltou na hora, pois estava vendo todo o trabalho de sua esposa ser apreendido. “Ela faz esses queijos com tanto carinho e cuidado. Os clientes que vão em nossa casa comprar sabem o quanto cuidamos da higiene dos nossos produtos, e tudo que trazemos para a feira vem embalado individualmente”, explica.

Os queijos de seu Luiz Petrykowski já ganharam prêmio nacional e são conhecidos em muitas partes do Brasil. Mas a ausência de um selo, fez com que este senhor de 63 anos do interior caçadorense acabasse detido. 

“Nós não somos indústria, somos produtores artesanais e se os órgãos competentes não possuem uma pessoa com formação adequada para promover esta fiscalização, que o façam, pois não podemos continuar sendo tratados desta forma. As autoridades e órgãos competentes precisam achar uma solução para nos ajudar e não olhar somente pela indústria. Agradeço a todas as manifestações de carinho que tenho visto no facebook, das pessoas que conhecem nossos produtos e sabem de como cuidamos de tudo para que seja bem feito. É preciso que olhem por nós, não quero mais ser preso e passar pelo que passei. Estou com medo de voltar para a feira. É hora de dar valor ao produto artesanal e às famílias do campo que vem para a feira ofertar seus produtos e promover seu sustento”, desabafa o produtor. 

Deputado toma conhecimento do caso 

O deputado estadual Valdir Cobalchini em seu facebook na noite de quarta-feira se pronunciou sobre o assunto e disse que já estaria nesta quinta-feira em Caçador para buscar mais informações sobre o caso. Confira o recado do deputado e o post feito pela sua assessoria. 

“Agora à noite tomei conhecimento de algo muito triste em Caçador. A Vigilância Sanitária, acompanhada pela Polícia Militar, prendeu o senhor Luiz Petrikowsky, produtor de queijos nacionalmente premiados. O motivo da prisão, pelo que me foi informado, foi que o senhor Luiz não aceitou a apreensão de seus produtos, pelo simples fato de não possuírem o selo do Serviço de Inspeção Municipal.

Como agente público, entendo o importante papel da Vigilância Sanitária na garantia da higiene e qualidade de produtos alimentícios. Por outro lado, venho de família de agricultores. E ainda hoje mantenho meu sítio. E como caçadorense, conheço a qualidade dos produtos feitos pelos nossos agricultores.

Vou além: o bom senso deve imperar sempre. Não podemos tratar trabalhadores, cidadãos de bem, como se fossem bandidos.

Chegando em Caçador amanhã, irei buscar mais informações e trabalharei para buscarmos uma solução. Nossa Agricultura Familiar merece nosso respeito e apoio e não ser perseguida”.

Fonte:

Jornal Extra SC

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas