Cachorro é atacado por cães conduzidos por adestrador no centro de Joaçaba

Fato ocorreu na segunda-feira (11), mobilizou populares e a Polícia Militar.

, 62.613 visualizações
Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Um cachorro foi atacado por outros cães na manhã desta segunda-feira (11) no centro de Joaçaba. A Polícia Militar informou em seu relatório diário que foi acionada por populares por volta das 07h45 para atender a uma ocorrência de maus tratos. As testemunhas relataram que o ataque aconteceu por cerca de oito cães, conduzidos por um adestrador. Ainda segunda as testemunhas, os animais estavam sem usar focinheiras.

De acordo com os populares, o cuidador não conseguiu conter os cães, que atacaram e feriram o outro cão, tendo que ser auxiliado por pessoas que passavam pelo local. Ainda conforme o relatório da PM, o adestrador teria deixado o local sem prestar socorro. O cachorro sofreu diversos ferimentos e foi encaminhado a uma clínica para os cuidados necessários e se recupera bem.

A PM confeccionou Boletim de Ocorrência de maus tratos contra animais e comunicou o fato à Polícia Civil.

O que diz o adestrador

Em contato com o Portal Éder Luiz, o adestrador destaca que promove o trabalho voluntário para uma ONG da cidade, de levar os hóspedes temporários para passeios. Assim como ocorrem todos os dias, na segunda o cachorro de rua se aproximou e mordeu o focinho do cachorro maior que era guiado. O que o fez responder com agressão mordendo esse cão. "A cena foi assustadora pra mim e para quem presenciou. No mesmo momento liguei pra veterinária, que estava com o celular desligado. Liguei em outra clínica veterinária que estava sem carro para buscar o animal", conta. Ele afirma que levou os cães e ligou no comércio em frente do local onde ocorreu a cena para saber como o cão estava e foi informado que a polícia não estava conseguindo pegar porque ele estava agressivo. "Liguei para a polícia vir me buscar para eu auxiliar, fiz contato com a Ong que imediatamente se deslocou ao local. Nesse tempo a polícia conseguiu pegar o o encaminhou para a veterinária".

O adestrados pontua que o trabalho da polícia e da Ong ao encaminhar o animal para a clínica veterinária foi rápido e que as escoriações foram superficiais. Ele comenta ainda que é necessário procurar um tutor para o cão e providenciar castração, vacinação e desverminação para ser encaminhado para adoção.

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas