Caixa começa a oferecer financiamentos com FGTS Futuro em abril; entenda

Modalidade é ofertada para trabalhadores com salário de até R$ 2.640.

, 692 visualizações
Foto: Agência Brasil
Foto: Agência Brasil

Em até 15 dias, os trabalhadores de carteira assinada com renda de até R$ 2.640 poderão contratar financiamentos do Minha Casa, Minha Vida usando depósitos futuros que o empregador fizer no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Em meados de abril, a Caixa Econômica Federal começará a oferecer linhas de crédito do FGTS Futuro.

O banco confirmou que iniciará as operações dessa modalidade de crédito nas duas próximas semanas. Em tese, a instituição financeira teria até 90 dias após definir as normas operacionais para começar a comercializar o FGTS Futuro, mas o prazo foi antecipado.

O anúncio da Caixa ocorre um dia depois de o Conselho Curador do FGTS regulamentar o FGTS Futuro para a compra da casa própria. Na contratação do crédito habitacional, o mutuário deverá autorizar a caução dos créditos disponíveis nas contas do FGTS por 120 meses. A autorização poderá ser feita diretamente pelo aplicativo FGTS.

Durante a contratação, o banco informará ao trabalhador o valor da prestação e a capacidade de pagamento com ou sem os depósitos futuros. Caberá ao mutuário escolher a modalidade de crédito. Caso opte pelo FGTS Futuro, os depósitos que vierem a ser feitos pelo empregador serão bloqueados na conta vinculada até a quitação total do saldo devedor.

Caso seja demitido, o trabalhador não poderá sacar o saldo da conta atrelado ao financiamento do imóvel. Todo o excedente disponível na conta de FGTS será usado para reduzir a dívida, com exceção do recolhimento da multa rescisória de 40% no caso de demissão, que é exclusiva do trabalhador.

A opção pelo FGTS Futuro só pode ser feita no momento da contratação da linha de crédito. Caso o cliente não opte nesse momento, posteriormente poderá fazer uso dos recursos depositados em sua conta vinculada do FGTS, conforme demais modalidades previstas em lei. A Caixa esclarece que o uso ou não desse recurso será decidido exclusivamente pelo trabalhador e valerá apenas para os novos contratos de financiamento.

Fonte:

Agência Brasil

Notícias relacionadas

Fernando Lorenci chegou com vida ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos

Polícia investiga morte de homem em Ponte Serrada

Rapaz de 31 anos foi sepultado neste domingo. Já há um possível suspeito do crime.

Prefeitura de Concórdia lança Edital de Concurso Público

Prefeitura de Concórdia lança Edital de Concurso Público

Inscrições podem ser feitas até dia 13 de maio. Estão abertas 50 vagas para diversos cargos.

Policial é agredido com uma garrafa por mulher em Capinzal

Policial é agredido com uma garrafa por mulher em Capinzal

PM teve trabalho durante todo o sábado com ocorrências envolvendo drogas, veículos e motoristas sem CNH.