Capinzal

Capinzal

, 2 visualizações
Sem imagem
Sem imagem

Notícia atualizada ás 12:17

A Polícia Civil de Capinzal investiga o caso de um recém-nascido encontrado morto em um balde de roupas sujas em uma residência no loteamento Parisoto, Rua Alaor Pereira Gramásio de Lima. Polícia militares chegaram até a criança após a mãe, de 38 anos, dar entrada no Hospital Nossa Senhoras das Dores com um forte sangramento. A médica que atendeu a paciente suspeitou de imediato de um aborto, já que a hemorragia era fortíssima. Ela constatou a presença da placenta e cordão umbilical, mas o feto não existia. Diante disso a Policia Militar foi acionada. Ao se dirigir até a casa da mulher e vasculhar todos os cômodos, os policiais acabaram encontrando no fundo de um balde de roupas sujas a criança, que estava totalmente ensanguentada e infelizmente já sem vida. O corpo foi levado até o hospital para uma avaliação por parte dos médicos, que constaram tratar-se de um menino, pesando 4,5 kg. A mãe da criança continua internada já que perdeu muito sangue. O pai, Ademir Alves Ferreira, de 38 anos, foi conduzido a Delegacia para esclarecimentos. Em depoimento ele afirmou que não sabia da gravidez e que há 11 anos teria feito uma vasectomia. O delegado da comarca de Capinzal, André Barbeta, esteve no hospital para ouvir a paciente, mas não foi possível tomar o depoimento já que ela está em estado de choque. É provável que o caso seja tratado como infanticídio.

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas