Casal de Joaçaba participa de Projeto Missionário no sertão do Piauí

Projeto Impacto Sertão Livre acontece de 18 a 28 de julho na cidade de São Raimundo Nonato.

, 4.191 visualizações
Eliete e Eliete Bechi na edição 2018 do projeto.
Eliete e Eliete Bechi na edição 2018 do projeto.

O casal Joaçabense, Angele e Eliete Bechi, estarão participando do projeto missionário Impacto Sertão Livre no mês de julho na cidade de São Raimundo Nonato no sertão do Piauí. Com o intuito de levar amor e esperança para o sertão nordestino, o casal já se prepara para a viagem carregados de solidariedade e desejosos em servir o povo sertanejo.

O Impacto Sertão Livre é um projeto sócio humanitário que mobiliza e reúne voluntários de todo o país em prol de comunidades desassistidas, com alto índice de vulnerabilidade social no sertão, com o apoio de instituições que acreditam no propósito do projeto. Angelo e Eliete participam como voluntários do projeto já a três anos e trabalham na equipe das crianças, onde desenvolvem e participam de atividades de recreação, ensino, danças e oficinas com crianças e adolescentes. 

“Para nós é motivo de grande alegria poder mais uma vez servir no sertão do Piauí. O projeto mudou a nossa vida, e nos fez ver além das quatro paredes, pois nossa realidade no sul do país é muito diferente da que encontramos no Nordeste. Não tem como voltar os mesmos diante de uma terra seca, sem água, sem muita perspectiva de trabalho, sem saneamento básico. Vamos para lá achando que vamos impactar aquele lugar, mas na verdade nós voltamos impactados, pois mesmo mediante a situações tão difíceis, o povo nordestino é hospitaleiro, é alegre e é aberto para receber nosso amor e cuidado”, afirma o casal.

O Impacto Sertão Livre acontece todos os anos nos meses de janeiro e julho, geralmente nas férias escolares, e tem duração de 10 dias. Nesse Mês de julho será a sua 14ª edição. “Nós conhecemos o projeto através do músico e pastor Juliano Son em um evento que estávamos participando em Joinville/SC, após buscar novas informações, nosso coração bateu mais forte e assim somos voluntários desde janeiro de 2017. E hoje o projeto faz parte da nossa vida, não imaginamos nossas férias sem ser no sertão do Piauí”, diz Angelo Bechi.

O objetivo do projeto é inspirar e mobilizar pessoas para missões que cooperam com a melhoria das comunidades sertanejas e sua transformação. Com isso diversas atividades são realizadas junto à comunidade local:

• Visitas às casas das comunidades para geração e fortalecimento de vínculos;

• Atividades pedagógicas, recreativas e esportivas com crianças e adolescentes;

• Atendimentos e exames multidisciplinares de saúde;

• Construção de espaço de socialização para a comunidade;

• Realização de atividades culturais, musicais e recreativas nas praças da cidade;

• Palestras e atendimentos individualizados sobre direitos e benefícios sociais.

“Agradecemos a Deus pela oportunidade que temos de fazer parte desse projeto. Aprendemos o valor de cada coisa que temos e que sabemos que Deus nos dá em abundância, especialmente a água, que lá é tão escassa. Temos tantas riquezas em nossa região que muitas vezes esquecemos de servir aquele que não tem, e penso que isso é dever de todo ser humano, olhar para a causa do próximo com compaixão e fazer algo para mudar aquela realidade que ele vive. Sabemos que não conseguimos mudar o mundo todo, mas podemos mudar o mundo de alguém. O que temos a oferecer as vezes parece tão pouco para nós, mas para aquele que precisa pode ser tudo. Gosto de pensar que o bem não é algo que foi delegado apenas a algumas pessoas, todos nós seres humanos fomos chamados para a boa obra nessa terra, e precisamos olhar a nossa volta com mais cuidado e começar a exercer com esse propósito tão maravilhoso de poder ajudar alguém, lembrando sempre que quanto mais estendemos nossa mão para ajudar mais abençoados seremos”, finaliza Eliete Bechi.

Caso você queira saber mais sobre esse projeto acesse: institutolivres.org.br/impactosertaolivre

Para ajudar Angelo e Eliete com doações ou para mais informações fone (49) 9 9995-4808.



Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas