Chuva no RS: bebê de sete meses é localizada morta depois de oito dias desaparecida

A mãe fez campanha nas redes sociais e contou com apoio de diversas pessoas instituições na busca pela filha.

, 18.319 visualizações
Chuva no RS: bebê de sete meses é localizada morta depois de oito dias desaparecida

Um desfecho que ninguém queria e que está comovendo o Rio Grande do Sul e o Brasil. Neste domingo, 12 de maio, foi confirmado que o corpo da bebê Agnes da Silva, de sete meses, que caiu na água na água durante o resgate da família no bairro Harmonia, em Canoas, na Região Metropolitana há oito dias. De acordo com relatos de pessoas que estavam no local do salvamento, a menina teria sido levada até uma ambulância, mas os pais seguiam sem informações do paradeiro da filha.

A outra gêmea e a filha mais velha ficaram internadas no hospital por consequências da enchente, mas já estão recuperadas.

Agnes — gêmea de Ágata — era uma dos quatro filhos da dona de casa Gabrielli Rodrigues da Silva, 24 anos, e do pintor Alisson Nunes Vicente, 25. A família deixou a residência por volta das 20h30 do último sábado (4), em um barco que acabou virando. Todos foram retirados da água e levados para o abrigo do campus da Ulbra, também em Canoas. Duas outras filhas do casal acabaram sendo internadas no Hospital Universitário.

Em entrevista à Revista CRESCER, Gabrielli Vicente relembrou como foi a última vez que viu a filha: "Moro no segundo andar e, quando saímos, estava muito escuro e a água estava entrando lá em cima já", lembra ela. Um barco chegou para retirar a mãe e os quatro filhos do local, mas ele acabou virando.

"Nosso barco virou e todos nós nos afogamos. Tinha mais ou menos 14 pessoas — meus quatro filhos caíram na água, incluindo minhas gêmeas de 6 meses. Tentei me segurar com as unhas no barco para não afundar com ele, mas engolimos muita água com gasolina e óleo do motor. Na mesma hora, outros três barcos chegaram para ajudar. Uma das minhas gêmeas, Ágata, foi pega desacordada, porém, o bombeiro a reanimou e correu com ela para o hospital. Achei meus outros dois filhos e garantiram que haviam pego também as duas bebês — na hora, eu gritava que eram duas. Perdemos a noção do tempo e horário de tudo", contou ela.

Gabrielli fez postagens emocionadas em seu perfil no Instagram em busca da filha. A Polícia Civil investigou o caso como desaparecimento. Diversas pessoas se envolveram na busca da bebê, que terminou com a confirmação do óbito.

Notícias relacionadas