Com modelo baseado em Portugal, SC vai implantar novo formato de atendimento de emergências

Comitiva do governo de SC conheceu o projeto adotado na Europa.

, 435 visualizações
(Foto: Ânderson Silva)
(Foto: Ânderson Silva)

Já está em andamento no governo do Estado o planejamento para que as centrais de atendimento de emergências sejam unificadas. O projeto, inclusive, foi um dos motivos para a missão que começou nesta terça-feira em Portugal. A proposta da missão é conhecer como o sistema é operado no país europeu, considerado uma referência no modelo. Nesta terça-feira (9), na primeira parte das visitas voltadas para conhece o formato português, a comitiva esteve na Central 112 Sul.

O local concentra as ligações de emergência de Lisboa para as forças de segurança. Diferentemente do Brasil, onde há números específicos para cada órgão – como 193, 190 e 192 -, Portugal tem somente o 112, adotado também em toda a União Europeia. Em SC, o governo do Estado não pretende concentrar as ligações em somente um número.

Entretanto, a ideia é centralizar as ligações. A pessoa continuará ligando para os números tradicionais, mas a central unificada receberá o contato e distribuirá a demanda para as forças de segurança na ponta, conforme a necessidade.

Segundo o secretário de Segurança Pública de SC, Flávio Graff, a estrutura já está sendo desenhada. O secretário de Planejamento, Edgard Usuy, é quem tem coordenado a montagem do cenário. Representantes da comitiva vão visitar outras estruturas que fazem parte do modelo unificado em Portugal.

Fonte:

NSC

Notícias relacionadas