Conhecendo mais sobre Tireoide

A Endocrinologista Amanda dos Santos Dal Berto, que atua em Joaçaba, tira dúvidas dos leitores.

, 1.984 visualizações
Dra Amanda dos Santos Dal Berto, Endocrinologista
Dra Amanda dos Santos Dal Berto, Endocrinologista

Este é um mês para conhecer mais sobre a Tireoide. Por isso, campanhas e atividades já estão sendo desenvolvidas.

Para falar sobre o assunto procuramos a Endocrinologista Amanda dos Santos Dal Berto, que atua em Joaçaba.

Tire suas dúvidas no texto elaborado pela Dra Amanda e participe do evento no parque:

Conhecendo mais sobre Tireoide 

No mês de maio nós endocrinologistas dedicamos uma atenção especial a glândula Tireoide. No dia 25 temos o dia Internacional da Tireoide. 

A tireoide é uma pequena glândula localizada na parte anterior do pescoço, ela é responsável pela produção dos hormônios T3 e T4, esses hormônios são responsáveis pela regulação do metabolismo, que define como nosso corpo usa e armazena energia. O TSH é o hormônio estimulador da tireoide e é produzido pela glândula hipofisária, age estimulando a tireoide na produção do T3 e T4.  

As Doenças da Tireoide podem ter relação com a produção dos hormônios, no hipotireoidismo ocorre redução da produção dos hormônios T3 e T4 e no hipertireoidismo ocorre aumento na produção destes hormônios. Dentre as Doenças de Tireoide também temos os nódulos, que podem ou não estar relacionados a alterações na produção dos hormônios.  

O hipotireoidismo, ou tireoide hipoativa, pode causar sintomas como: cansaço, lentidão, depressão, ganho de peso (2 a 4 kg), intestino preso, entre outros. O diagnóstico de hipotireoidismo materno é muito importante, pois a falta de tratamento ou tratamento inadequado pode afetar a saúde da mãe e o crescimento e desenvolvimento do bebê. Nas primeiras semanas de gestação o bebê precisa dos hormônios da mãe, só na 11ª semana de gestação as células adquirem capacidade de concentrar iodo e sintetizar T4. Por este motivo mulheres com hipotireoidismo devem realizar avaliação antes da gestação, sempre que possível, e os ajustes da medicação realizados imediatamente após o diagnóstico de gestação.  

O hipertireoidismo, ou tireoide hiperativa, pode causar: palpitações, pressão alta, excesso de calor, emagrecimento, diarreia, entre outros. O hipertireoidismo pode se manifestar durante a gestação e mulheres grávidas em tratamento para hipertireoidismo precisam ser avaliadas quanto a dose da medicação em uso.  

As Doenças de Tireoide são mais comuns em mulheres. As mulheres já com diagnóstico conhecido devem estar compensadas clinicamente e conversar com seus endocrinologista e obstetra para o planejamento da gestação.  

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas