Dindos do Bem e moradores da Vila Cachoeirinha iniciam parceria para mudar a realidade do local

A comunidade é a mais carente de Joaçaba e receberá apoio para sair desta situação.

, 3.749 visualizações
O engenheiro Disney De Marco observa um dos pontos de alagamento na comunidade.
O engenheiro Disney De Marco observa um dos pontos de alagamento na comunidade.

Representantes da ONG Dindos do Bem e da Associação de Moradores da Vila Cachoeirinha de Joaçaba estiveram reunidos na semana passada firmando parceria de trabalhos naquela comunidade. A intenção das entidades é unir forças em prol da melhoria de vida dos que residem no local.

A reunião teve como base um levantamento in loco feito pela ONG Dindos do Bem que apontou as principais necessidades para crianças, jovens e adultos apontados pelos próprios moradores e constatado pelas visitas. “O objetivo da entidade é atender crianças e adolescentes, porém em pouco tempo de existência da Dindos aprendemos rapidamente que precisamos em muitos momentos abraçar o todo e é isso que estamos projetando aqui. Precisamos de pais saudáveis, de água e luz nas casas, comida na mesa, atividades cultuais e esportivas e de muito amor para que se tenha crianças dispostas a aprender, a brincar e tudo mais que envolve esta fase da vida”, afirmou Aline Andres, presidente da ONG.

Durante a reunião que contou com a participação dos Dindos, Alex Morais, Hallan Peterson, Wagner Dantas Quirino e Alexia Zampirão Borges Lindner ficaram definidas as prioridades, entre elas: a realização de um bazar na comunidade nos dias 9 e 10 de novembro, a construção da cozinha comunitária da associação, a arrecadação de mobília e utensílios para a cozinha, levantamento de crianças e jovens na comunidade, aproximação de ações culturais e esportivas e em especial a busca pela regularização dos terrenos das famílias, a verificação dos valores de contas de água e luz entendidas como extremamente elevadas pelos participantes da reunião e a efetivação de ações para o Natal.

“São muitas prioridades para a Cachoeirinha, a curto, médio e longo prazo. São problemas estruturais que se arrastam há mais de 40 anos. É preciso olhar para essa comunidade, ela faz parte de Joaçaba e merece nossa atenção. Não podemos dormir tranquilos sabendo que famílias moram aqui em residências sem água e luz e com constantes alagamentos em dias de chuva devido as enxurradas que descem do morro logo acima”, destacou Aline. Para tentar entender tudo isso e buscar soluções a ONG conta com o apoio da Dinda e advogada Joseane Maria Hinckel. Joseane já está a par da situação e nessa semana estará em reunião com os moradores e com a Presidente da Câmara de Vereadores de Joaçaba, Disnéia De Marco para ver da possibilidade de regularização dos terrenos e demais melhorias estruturais.

Ações efetuadas:

Na semana passada duas ações marcaram o início da parceria Dindos do Bem e Cachoeirinha. A primeira delas foi a visita na comunidade do engenheiro Disney De Marco – da Lado 2 Arquitetura e Engenharia – que verificou a situação de uma residência que é sempre a primeira a ser alagada em dias de chuva, por problemas estruturais e de escoamento do terreno. Conforme Disney de Marco, a situação da casa será resolvida com a colocação de calhas, mas a questão é bem mais ampla. “O problema aqui é das águas da sanga que descem pelos morros e também a questão de um chiqueirão que fica aqui em cima e os dejetos descem para as moradias”, esclareceu e colocou-se a disposição para todo apoio necessário.

Além disso, outro Super Dindo do Bem, o bailarino Everson Besbatti abriu espaço para crianças e mães da Cachoeirinha para assistirem no sábado, dia 26, no Teatro Alfredo Sigwalt o espetáculo “IV Suítes”. O ballet câmara do Teatro recebeu os pequenos com todo carinho e disponibilizou espaços especiais. Em contrapartida, recebeu muitos aplausos e o carinho dos pequenos e das mamães. Todos ficaram encantados com a performance e com o gigantismo da obra. Para a maioria das crianças e mães acompanhantes, esta foi a primeira vez em que estiveram no Teatro Alfredo Sigwalt.


Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas