Em virada histórica, Stefani e Pigossi vencem russas e conquistam o bronze no tênis

Dupla brasileira conquista a primeira medalha da história da modalidade do país em Jogos Olímpicos.

, 300 visualizações
Foto: Vincenzo PINTO / AFP
Foto: Vincenzo PINTO / AFP

A dupla brasileira Luisa Stefani e Laura Pigossi entrou para a história do tênis brasileiro. Na madrugada deste sábado (31) elas conquistaram a primeira medalha do país no esporte em Jogos Olímpicos ao superar as favoritas russas Veronika Kudermetova e Elena Vesnina, vice-campeãs do Torneio de Wimbledon, na decisão do bronze.

Após perder o primeiro set por 6/4, as brasileiras conseguiram devolver o placar no segundo e levar a decisão para o match tie-break. No desempate, a dupla adversária começou melhor e conseguiu abrir boa vantagem para vencer a decisão, alcançando 9/4, tendo quatro match point a favor.

No entanto, a dupla brasileira não desistiu e conseguiu marcar todos os sete pontos seguidos, fechando o placar em 11 a 9, conquistando a sonhada medalha de bronze para o país.

A melhor participação no esporte do Brasil havia sido o quarto lugar de Fernando Meligeni no torneio de simples nos Jogos de Atlanta, em 1996.

Vale lembrar que Stefani e Pigossi foram a última dupla a garantir vaga nos Jogos de Tóquio. Em todos os jogos as duplas adversárias eram consideradas favoritas. No entanto, as brasileiras superaram a expectativa e chegaram até o bronze.

Na campanha, Luisa Stefani e Laura Pigossi passaram pelas canadenses Gabriela Dabrowski e Sharon Fichman, que estavam cotadas como as sétimas favoritas, pelas tchecas Karolina Pliskova e Marketa Vondrousova e pelas americanas Jessica Pegula e Bethanie Mattek-Sands. Na semifinal, sofreram a única derrota para as suíças Belinda Bencic e Viktorija Golubic.

Fonte:

ND +

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas