De menina a Rainha!

Conheça a história da mulher que, com esmaltes e pincéis, está ganhando o mundo.

, 8.211 visualizações
Janaina Rodrigues hoje é conhecida como a Rainha do Acrílico. (Foto: Ladimara Teixeira)
Janaina Rodrigues hoje é conhecida como a Rainha do Acrílico. (Foto: Ladimara Teixeira)

Reportagem: Cristiana Soares/Especial para o Portal Éder Luiz

Clique Aqui e veja as reportagens com as outras personagens da série!

Dizem que as pistas para o nosso propósito de vida estão guardadas em nossa infância, fase em que somos puramente essência e distribuímos autenticidade! Isso faz muito sentido quando olhamos para história da personagem que abre a nossa Websérie M de Mulher.

Janaina Rodrigues, hoje conhecida como a Rainha do Acrílico, teve uma infância feliz e tranquila na pacata cidade de Herval d’Oeste e atualmente reside, com o marido e seus dois filhos, na vizinha Joaçaba. Ela conta que, quando pequena, costumava brincar de professora e de manicure. Como que em um presságio, ela e uma prima recortavam cartolinas coloridas e colavam nas unhas para alongá-las.

Começou a trabalhar cedo. Aos 14 anos era babá e aos 16 passou a exercer a atividade de vendedora, atuando principalmente no ramo do vestuário. Aos 19 anos, conheceu Romeu, seu atual marido e com quem divide as obrigações familiares e de trabalho.

E pra quem acha que a maturidade vem com a idade, a nossa personagem, que tem apenas 31 anos, vem quebrar esse paradigma. Ainda muito jovem, por volta dos 20 anos, a vida lançou-lhe um enorme desafio. Em decorrência de um acidente vascular cerebral (AVC), a mãe do seu então namorado, perdeu a autonomia. Como, à época, Romeu viaja muito a trabalho, ela decide, corajosamente, assumir os cuidados com a sogra. 

Jana e o esposo Romeu. (Foto: Ladimara Teixeira)
Jana e o esposo Romeu. (Foto: Ladimara Teixeira)

Durante quatro anos ininterruptos, Janaina dedicou-se exclusivamente a isso, adiando alguns sonhos. Após esse período foram mais sete anos, fazendo malabarismos entre cuidar da sogra, da casa, dos filhos e da profissão. Conta que atravessar esse período não foi nada fácil, mas que percebe o quanto essas dificuldades lhe trouxeram crescimento, resiliência e desenvolveram nela a empatia. “Só de ela (a sogra) piscar, eu já sabia o que ela estava pensando!”, diz emocionada, ao falar sobre o vínculo que ambas adquiriram.

Por volta de 2011, quando ainda cuidava da sogra, a prima de um colega do marido, que trabalhava com a técnica de unhas em gel a convidou para ser sua modelo em algumas ocasiões e como nada na vida é por acaso, o destino começa a selar o presságio da infância.

De forma despretensiosa, essa profissional lança a ideia de que talvez Janaina, pudesse aprender a técnica, para ter uma renda, já que não estava exercendo atividade remunerada. Nossa personagem revela que na época não deu muita importância ao comentário, mas que algum tempo depois resolveu procurar a pessoa para fazer um curso. A resposta foi como uma balde de água fria: “Não pense que você vai aprender em dois meses! Não é bem assim.”

(Arquivo Pessoal)
(Arquivo Pessoal)

Com a agenda cheia, a profissional não se mostrou muito disposta a ensinar Janaina, mas as palavras desencorajadoras serviram para alimentar nela a vontade de aprender. Após algumas pesquisas, conseguiu um curso de apenas uma tarde com outra profissional, em uma cidade próxima.

Depois disso, Janaina, ainda sem dominar a técnica, passou a atender pessoas mais próximas. Montou um espaço na própria casa, para continuar a dar suporte à sogra e atendia à domicílio sempre que podia.

Apesar da iniciativa e coragem para se lançar no mercado, ela conta que teve vontade de desistir no começo. Sem constrangimento, revela que a falta de experiência e domínio da atividade a deixava insegura e que após alguns trabalhos mal sucedidos, temia cair em descrédito perante as clientes e chegou a pensar que a profissão não era pra ela. Lembra de uma ocasião em que fez as unhas em gel para uma pessoa pela manhã, e recebeu a ligação desta à tarde, relatando-lhe que todas as suas unhas haviam caído.

O marido, no entanto, a incentivou a buscar novas especializações, para trazer a segurança de que precisava, e a vida mais uma vez, lançou os seus desafios. Em 2013, viveu uma grave crise financeira. As despesas com remédio e hospital em decorrência do estado de saúde da sogra foram às alturas, as dividas cresceram e o dinheiro era cada vez mais curto. Mas apesar das dificuldades, Janaina manteve o foco, e seguiu estudando. 

Em 2014, já com Henrique, seu primogênito, que estava em período de amamentação, ela aventurou-se em sua primeira viagem de avião para desembarcar no Rio de Janeiro, onde teve a inédita experiência de participar de um curso profissional. O único detalhe, é que ela estava no nível de iniciante, e sem saber, adquirira um curso de nível avançado. Em meio a risos, ela conta que não conseguiu aproveitar muita coisa do treinamento, e que só compreendeu boa parte dos ensinamentos, muito tempo depois. 

Já são mais de duas mil mulheres, formadas na Janaina Rodrigues School Nails. (Foto: Ladimara Teixeira)
Já são mais de duas mil mulheres, formadas na Janaina Rodrigues School Nails. (Foto: Ladimara Teixeira)

Ainda que o curso não tenha lhe trazido tantos conhecimentos, ele foi de suma importância para o final feliz dessa história: Foi nele que a nossa personagem, teve contato, pela primeira vez, com a técnica que deu e ela o “título de rainha”: o alongamento de unhas em acrílico.

Foi um novo começo. À medida que se especializava e treinava, ganhava mais confiança e domínio da técnica. Ela conta que fez muitos alongamentos sem cobrar, para se aperfeiçoar. Com o tempo, a clientela foi ganhando corpo e ela percebeu que essa profissão, poderia lhe ofertar muito mais do que qualquer outro emprego que teve, já havia lhe proporcionado. Os ganhos diários de Janaina passaram a equivaler ou ultrapassar o valor que ela recebia por um mês de trabalho, quando atuava no comércio. Janaina conta sobre a sensação de viver algo muito além do que poderia acreditar que era possível!

As coisas foram entrando nos trilhos, o boca-a-boca foi crescendo, e em 2015, o marido, que era gerente em um banco, passa a dedicar-se exclusivamente ao negócio de Janaina, investindo no marketing e planejamento estratégico da carreira da esposa, que, a partir daí, dá um salto ainda maior. 

Com a procura crescente pelos seus serviços, outra importante decisão traça novos rumos para o negócio. Janaina, apensar do amor ao atendimento individual, passa a dedicar-se exclusivamente aos cursos, levando a sua técnica a outras mulheres e compartilhando com elas a crença de que tudo é possível. “Encontrei uma maneira de ajudar as pessoas”, conta Janaina. 

Ela acredita que o seu trabalho contribuiu para mudar a mentalidade de muitas pessoas com relação à profissão de manicure ou designer de unhas, rompendo alguns preconceitos e despertando em outras mulheres a vontade de empreender nessa área. Já são mais de duas mil mulheres, formadas na Janaina Rodrigues School Nails. 

A Rainha do Acrílico, sonha alto, muito alto! Diz que toda o caminho já percorrido é apenas o início da trajetória e junto com o marido, seu principal incentivador, traça planos cada vez mais ousados. 

Na Rússia, onde evoluiu suas técnicas. (Arquivo Pessoal)
Na Rússia, onde evoluiu suas técnicas. (Arquivo Pessoal)

Esse ano, fará a sua terceira viagem à Rússia, para buscar novas especializações. Como a primeira brasileira autorizada a dar formações com a certificação das Escolas Russas, ela conta que a conquista abriu muitas portas, proporcionou conhecer outra cultura, mas também exigiu muito esforço. Ficar longe da família e não conhecer o idioma, foram os principais obstáculos.

Aliás, deste vez a visita ao outro continente terá um gostinho todo especial, ela será a primeira brasileira a ser jurada internacional em um campeonato de unhas em território russo.

Com a agenda cheia, ela e o marido viajam por todo o Brasil, ministrando cursos e em 2020, pretendem levar suas formações para outros países! Portugal, já está na lista. Nas redes sociais, a Rainha das Unhas, já tem mais de 90 mil seguidores e se tornou inspiração para muitas mulheres.

Além dos cursos ofertados pela sua escola, Janaina ministra palestras nos maiores congressos e feiras de beleza do Brasil, no seguimento de unhas. Esse ano, ocupará, pela primeira vez, o palco principal da maior feira de beleza da América Latina, a Beauty Fear, que acontece todos os anos em São Paulo.

Salas lotadas em cursos ministrados por Jana. (Arquivo Pessoal)
Salas lotadas em cursos ministrados por Jana. (Arquivo Pessoal)

Ela não nega que essa vida itinerante tem muitos desafios e que a distância dos filhos, em alguns momentos balança o casal, mas é enfática em dizer, que ver no seu trabalho a possibilidade de realizar sonhos – não só os dela, mas os das mulheres que fazem os seus cursos - é o que a mantém firme.

Definindo-se como uma guerreira, ela afirma que persistência e força de vontade, foram fundamentais para chegar aonde chegou, mas que em muitos momentos, fechar os ouvidos ao que os outros diziam, também foi essencial.

Com uma simplicidade bem característica, a designer de unhas que ganhou o Brasil e rompeu as barreiras geográficas, faz muito mais do que unhas em acrílico, ela ajuda mulheres a acreditarem mais em si mesmas e usa a sua história, para mostrar que não existem limites, quando a força de vontade e a persistência caminham juntas.

Quando questionada sobre o que mudaria em sua história, a resposta vem fácil e para quem a conhece, provavelmente é previsível: “Não mudaria nada. Sou o que sou, pelo o que passei!”

Sobre o que a faz uma Mulher com M maiúsculo, ela também não tem dúvida: ATITUDE!

Quem diria que esmaltes, pinceis e um pouquinho de acrílico, poderiam transformar aquela menina que alongava as unhas com cartolina, em uma Rainha!

(Foto: Ladimara Teixeira)
(Foto: Ladimara Teixeira)

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas