Famílias de Joaçaba precisam de ajuda

Pedido de uma leitora nos levou a conhecer a situação de duas famílias que hoje passam por necessidades.

, 11.615 visualizações
Famílias de Joaçaba precisam de ajuda

Nesta semana o Portal Éder Luiz foi procurado por uma leitora que se comoveu com a situação de duas famílias moradoras de Joaçaba e pediu ajuda para elas, pois estão em uma situação difícil.

A primeira família mora do bairro João Pires e é composta pela mãe, pelo pai e duas crianças: um menino de cinco anos e uma menina de dois anos de idade. Daiane da Luz, mãe das crianças contou que desde que ela e o marido ficaram desempregados a situação está precária. Eles moram de aluguel e além dois meses de atraso no pagamento, também acumulam faturas de água e energia elétrica que não conseguiram quitar. A comida está acabando e também sofrem com a falta de cobertas e com a condição precária de alguns dos poucos móveis que tem.

“Chegamos a receber uma cesta básica da assistência social, mas logo os produtos acabaram. E como ainda não achamos emprego penso nas crianças que precisam comer, e o que vou fazer se cortarem a água e luz. Tenho que quitar o quanto antes.”, contou a mãe.

A família pede, de momento, doações de alimentos em geral principalmente leite (integral para a menina e sem lactose, para o menino que é intolerante), fraldas tamanhos M ou G, cobertas, roupas e até mesmo uma mochila para o menino ir à escola. Outro pedido é caso alguém também tenha a indicação de emprego para ela ou para o marido. “Eu já trabalhei de babá e fazendo faxinas, meu marido já trabalhou de serviços gerais e como servente de pedreiro” contou.

Quem quiser ajudar a família pode entrar em contato para mais informações no telefone (49) 9-9966 9926.

A segunda família que precisa de ajuda é a da Jandira dos Anjos, que mora no bairro Armindo de Medeiros e tem seis filhos com idade de 15, 13, 11, 8, 4 e 1 ano e seis meses de idade. Jandira se separou recentemente e está desempregada. De acordo com ela o ex-marido a estava auxiliando, mas também perdeu o emprego, por isso até que ela consiga um emprego, está pedindo ajuda com a doação de alimentos, fraldas no tamanho G e principalmente roupas e calçados para os meninos maiores.

“Não está fácil conseguir emprego, então não estou conseguindo comprar comida e muito menos roupas. As meninas têm. Ganham na creche, mas os meninos maiores estão até sem chinelo. Precisam de roupa e calçado para ir para a escola”.

Quem quiser ajudar pode entrar em contato para mais informações no telefone (49) 9- 9108 7405. 

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas