Homem é detido após agredir o filho de 8 meses em ambulância e fugir pela rodovia

Homem teria agredido o filho que não parava de chorar e ameaçado a mãe e o motorista do veículo da saúde.

, 2.915 visualizações
Homem é detido após agredir o filho de 8 meses em ambulância e fugir pela rodovia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) conduziu a Delegacia de Campos Novos, na tarde desta segunda-feira, dia 01, suspeito de crime de violência psicológica e ameaça contra mulher.

 Por volta das 16h30min, no quilômetro 331 da BR 282, a equipe de plantão da PRF foi acionada pelo condutor de um veículo oficial da secretária da saúde de um município do interior que retornava do Hospital Infantil de Florianópolis, transportando um casal e uma criança de 8 meses.

 O motorista e a mãe da criança, relataram aos policiais, que o pai da criança, que é separado da mãe, estava muito alterado, zangado, falando palavrões e ameaçando a mãe e o motorista, pois a criança não parava de chorar durante a viagem.

 A mãe relatou que o pai chegou a desferir alguns tapas na criança para que ela parasse de chorar.

 O pai também pediu ao motorista que parasse o veículo, oportunidade em que pegou acriança do colo da mãe de dentro do carro e saiu do automóvel, andando a esmo no sol, à margem da rodovia.

 Nesse momento foi que o condutor se deslocou para a unidade da PRF em Campos Novos solicitando apoio, pois a mãe estava desesperada, já que o pai tinha arrancado a criança de seus braços e estava em fuga sem destino pela rodovia.

 A equipe de PRF de imediato comunicou o Conselho Tutelar de Campos Novos e deslocou para a rodovia a procura do pai da criança, mas não localizou nenhum dos dois. O Conselho tutelar, ao chegar na unidade da PRF, informou que o pai da criança pegou carona e estava com a criança no CRAS de Campos Novos. A PRF deslocou para lá, juntamente com o Conselho tutelar. 

Diante dos fatos, das ameaças e da possível agressão à criança, a PRF conduziu o homem para a Delegacia de Polícia Civil de Campos Novos pelo crime de violência psicológica e ameaças contra a mulher

Fonte:

Rádio Capinzal

Notícias relacionadas