Homem mata filha e esfaqueia quatro pessoas da mesma família em SC

Ex-mulher foi até delegacia horas antes do crime.

, 15.760 visualizações
Homem mata filha e esfaqueia quatro pessoas da mesma família em SC

Um homem de 42 anos é suspeito de matar a filha de 20 anos na segunda-feira (12) em Rodeio, no Vale do Itajaí. Segundo a Polícia Militar, ele deixou outras quatro pessoas da mesma família feridas antes de fugir do local. O crime ocorreu após a ex-companheira ter ido até a delegacia e solicitar uma medida protetiva contra ele.

A filha foi atingida por golpes de faca e morreu no local do crime. A ex-esposa, de 39 anos, também se feriu. Além delas, o homem teria esfaqueado o ex-cunhado, de 34, a ex-sogra, 56, e o ex-sogro, 61. A Polícia Civil trata o caso como feminicídio.

De acordo com a polícia, o homem efetuou ainda disparos com um rifle calibre .22, mas nenhum tiro atingiu as vítimas.

De acordo com o delegado responsável pela região, Ronnie Reis Esteves, a ex-companheira foi até a delegacia no início da tarde de segunda e conseguiu uma medida protetiva por violência doméstica. No entanto, o oficial de justiça não conseguiu entregar a intimação ao homem, pois o crime já havia ocorrido.

"A Polícia Civil encaminhou a ao Poder Judiciário [o pedido de proteção], que imediatamente deferiu. Assim que o oficial de justiça foi intimar o agressor, já se deparou com aquela situação", disse Esteves.

Fuga

Testemunhas informaram aos policiais que o homem fugiu para casa onde mora, que fica a aproximadamente 50 metros do local de onde o crime ocorreu. A polícia realizou buscas e, ao entrar na residência do suspeito, encontrou manchas de sangue no chão da cozinha.

O rastro de sangue foi seguido até uma área de matagal no fundo da casa, onde o homem foi encontrado perto de um córrego, com diversos cortes nos pulsos, pés e uma perfuração no abdômen.

Segundo o Corpo de Bombeiros Voluntários da cidade, os feridos foram levados aos hospitais de Timbó e Indaial, na mesma região. Três estavam em estado grave e não há detalhes sobre o estado de saúde atualizado das vítimas.

Fonte:

G1/SC

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas