Homem morre após ser baleado em troca de tiros com a PM em Campos Novos

Ocorrência foi registrada na noite deste domingo (25).

, 2.361 visualizações
Homem morre após ser baleado em troca de tiros com a PM em Campos Novos

A ocorrência foi registrada no loteamento Santa Edwiges. No local, onde já se encontrava a guarnição PM, foi constado que um homem de 46 anos, posteriormente identificado como Antonio Valdir Padilha, encontrava-se no interior de sua residência, alvejado por arma de fogo. Ele apresentava dois ferimentos: região do abdômen e outra perfuração em membro superior esquerdo.

A guarnição do ASU-468 realizou a prevenção do estado de choque, estancando a hemorragia de ambos os ferimentos, ofertando oxigênio e mantendo a temperatura corporal da vítima.  A mesma foi encaminhada ao hospital, chegando com presença de sinais vitais, mas não resistiu e morreu.

De acordo com a PM os policiais foram chamados para atender uma ocorrência na qual o um homem estava efetuando disparos de arma de fogo. Ao se aproximar da residência do suposto autor foram recebidos a tiros pelo suspeito e de imediato desceram das viaturas e procuraram abrigo e revidaram a injusta agressão, dando início a troca de tiros. Os policiais Militares tentaram se aproximar novamente, mas o autor não atendia às ordens emanadas pelos policiais militares para soltar a arma e se entregar, ao chegarem novamente a uma distância de aproximadamente 20 metros, o autor começou novamente a efetuar disparos contra as guarnições que revidaram e iniciou uma nova troca de tiros, momento em que o homem correu para o interior de sua residência em posse da arma de fogo, mais uma vez os policiais verbalizaram para que a arma fosse entregue e o homem saísse da residência, quando alguém gritou de dentro da casa que o homem estava baleado e a arma foi jogada no chão da residência, a Guarnição então avançou e visualizou o homem baleado.

Foi acionado o Corpo de Bombeiros, que o conduziu o autor ao Hospital e foi acionada a Polícia Civil e isolada a área até a chegada da agente do IGP para a Perícia Criminal, onde foi identificada a arma de fogo utilizada pelo agente, como sendo uma pistola G2C, calibre 9 milímetros, contendo um carregador ainda na pistola, outro ao lado da arma e mais um carregador em uma gaveta num dos quartos da casa. Segundo a perícia foram encontrados 17 cartuchos 9 milímetros deflagrados e três projeteis intacto.

A Corregedoria da Polícia Militar irá abrir Inquérito Policial Militar para apurara os fatos.

Fonte:

Simpatia Fm com Informações Correio Camponovense

Notícias relacionadas