Homem que foi decapitado é identificado e polícia faz buscas pelo corpo com cão farejador

Ele tinha histórico como usuário de drogas e encontrava-se em situação de rua.

, 14.510 visualizações
Foto: Internet/Reprodução/ND
Foto: Internet/Reprodução/ND

A cabeça encontrada em frente à porta de um escritório na última sexta-feira (1º) em Araquari, no Norte catarinense, foi identificada como sendo de Vitor Albino Effting, de 34 anos. O homem era natural de São Martinho, no Sul do Estado.

Vitor foi identificado pela Polícia Científica, por meio de exame pericial de pesquisa facial automatizada ainda na sexta-feira . A família também fez o reconhecimento da vítima. Natural de São Martinho, o homem tinha histórico como usuário de drogas, encontrava-se em situação de rua e vivia há pouco tempo em Araquari, conforme a investigação.

Buscas pelo corpo

No domingo (3), a Polícia Civil, por meio da Delegacia de Araquari, e o Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville realizaram buscas pelo corpo de Vitor, com o apoio do cão farejador Duff. A área percorrida foi de aproximadamente 325 mil metros quadrados, porém sem sucesso. O corpo não foi localizado. A Polícia Civil segue investigando o caso, que corre sob sigilo.

A morte brutal pode ter relação com uma desavença recente. “O que aconteceu foi que ontem alguém roubou esse escritório. Roubaram três notebooks. Um indivíduo acusou outro. Aí, agrediram o rapaz [acusado]. Esse que denunciou foi o que apareceu sem a cabeça”, contou uma testemunha, que preferiu não ser identificada, à NDTV.

Fonte:

ND+

Notícias relacionadas