Irani registra receita líquida de R$ 429 mi no 2º tri de 2022, alta de 6,4% na comparação ao mesmo período do ano passado

Volume de produção e de venda permanecem acima dos níveis pré-pandemia e índices financeiros seguem sólido ritmo de crescimento.

, 333 visualizações
Irani registra receita líquida de R$ 429 mi no 2º tri de 2022, alta de 6,4% na comparação ao mesmo período do ano passado

Irani Papel e Embalagem S.A., uma das principais indústrias de papel e embalagens sustentáveis do Brasil, fechou mais um trimestre com resultados financeiros expressivos, demonstrando sua sólida performance e posição de liderança no setor. A companhia encerrou o 2º trimestre de 2022 com receita líquida de R$ 428,9 milhões, aumento de 6,4% em comparação aos R$ 403,1 milhões alcançados no mesmo período de 2021. 

O lucro bruto também foi positivo -- R$ 207,1 milhões -- valor 34,8% superior aos R$ 153,6 milhões registrado em igual período de 2021. Outro índice superior registrado neste trimestre foi o lucro líquido de R$ 84,6 milhões, alta de 25% ante o 2º trimestre do ano passado, que foi de R$ 67,6 milhões. Já o EBITDA Ajustado da Irani no período foi de R$ 144,8 milhões, com margem de 33,8%, 21,6% maior ao apurado no 2º trimestre de 2021, quando registrou R$ 119 milhões, com margem de 29,5% -- nos últimos 12 meses, o EBITDA atingiu a marca de R$ 556 milhões com margem de 33%. 

Novamente, foi registrado o maior ROIC (retorno sobre o capital investido) histórico da companhia. Nos últimos 12 meses, o Retorno sobre o Capital Investido foi de 25,5%, aumento de 0,1 p.p. em relação aos 12 meses findos em 30 de março de 2022 e expressivos 7,7 p.p. de aumento frente aos 12 meses findos em 30 de junho de 2021. 

“Os resultados positivos alcançados pela Irani são recorrentes. Eles reforçam, mais uma vez, a sustentabilidade de nossos negócios e indicam que estamos percorrendo uma rota consistente de crescimento”, diz Odivan Cargnin, diretor de Administração, Finanças e Relações com Investidores da companhia. “Mesmo diante do arrefecimento da economia em 2022, especialmente do consumo, o volume de expedição e venda alcançados nos últimos três meses pela companhia permanece acima dos níveis pré-pandemia, demonstrando a resiliência do nosso setor”, complementa o executivo. 

Desempenho operacional

No 2º trimestre de 2022, o mercado nacional representou 83% das vendas da Irani e o mercado externo chegou a 17%. Já em relação aos segmentos em que a companhia atua, o de Papel totalizou 32,7 mil toneladas de venda, registrando aumento de 6,8% em comparação a igual período de 2021. O volume de vendas de Embalagens Sustentáveis teve leve queda quando comparado ao 2º trimestre do ano passado -- 1,4%, porém aumentou 16% ante os primeiros três meses de 2022, totalizando 39,9 toneladas de venda. Já o segmento de Resinas Sustentáveis apresentou alta de 12,6% na comparação com o mesmo período do ano anterior, alcançando 4,2 toneladas. 

Investimentos

A Irani manteve sua estratégia de investir em modernização e automação de seus processos produtivos. Os investimentos no 2º trimestre de 2022 somaram R$ 148,6 milhões e foram direcionados basicamente para reflorestamento, manutenção e melhorias das estruturas físicas, software, máquinas e equipamentos da Companhia. 

Deste montante, R$ 110,4 milhões foram destinados à execução dos investimentos dos projetos da Plataforma Gaia, sendo R$ 83,0 milhões no Gaia I, R$ 6 milhões no Gaia II, R$ 11,5 milhões no Gaia III. R$ 1,2 milhões direcionados ao Gaia VI, R$ 999 mil ao Gaia VII, R$ 3,8 milhões ao Gaia VIII e R$ 3,9 milhões ao Gaia IX. 

“A estratégia de negócios da Irani mantém-se focada no aumento do nível de rentabilidade e na construção contínua de valor para nossos stakeholders com os investimentos promovidos na Plataforma Gaia, que visam o crescimento sustentável da companhia, para ampliar a sua competitividade, capacidade de produção e autossuficiência energética”, reforça Odivan Cargnin. 

Para mais informações sobre a Plataforma Gaia, clique aqui.

Notícias relacionadas