Médico de Joaçaba recebe título internacional concedido a seleto grupo

O Dr Breno Grossi passou por um teste nos EUA, foi aprovado e foi titulado na Europa.

, 5.126 visualizações
Dr Breno, ao centro, recebeu o principal certificado em Medicina Intervencionista da Dor no mundo
Dr Breno, ao centro, recebeu o principal certificado em Medicina Intervencionista da Dor no mundo

O médico anestesiologista Breno Jardim Grossi, que é especialista em dor crônica e integrante da Sedar - Serviço de Anestesiologia e Dor, de Joaçaba, passa a integrar um seleto grupo de poucos profissionais reconhecidos pelo World Institute of Pain (WIP). Ele recebeu o título internacional Fellow Interventional Pain Practice (FIPP), principal certificado em Medicina Intervencionista da Dor no mundo.

Este reconhecimento é feito por um dos mais renomados e reconhecidos institutos para médicos intervencionistas de dor do mundo, o que atesta a qualidade do trabalho e confirma o bom desempenho já reconhecido do profissional, que atende a diversos pacientes de toda a região.

O médico recebeu o título durante a realização de um congresso internacional de tratamento avançado de dor, que aconteceu em Budapeste, capital da Húngria, na Europa, entre os dias 31 de agosto e 03 de setembro. 

Para receber o título, o profissional precisa passar por algumas etapas de avaliação. Inicialmente, ele precisa ter formação em dor, também é necessário ter vários casos de pacientes registrados e, na sequência, é submetido a uma prova oral, escrita e prática. Breno foi submetido ao teste em abril deste ano, em Orlando, nos Estados Unidos.

A honraria é concedida a poucos profissionais no mundo todo, o que, conforme o médico, reforça a seriedade com que leva a profissão. "É um título muito importante. São poucos médicos no mundo que possuem este título, são menos de 1500. A maioria é nos Estados Unidos, aí na Europa, e depois aqui no Brasil", comenta ele.


Notícias relacionadas