Moradores relatam preocupação e incômodo com fumaça industrial na Vila Pedrini em Joaçaba

O Portal Éder Luiz buscou informações com as autoridades ambientais competentes.

, 6.767 visualizações
Intensidade e o mau cheiro da fumaça tem tornado a empresa um vizinho indesejável.
Intensidade e o mau cheiro da fumaça tem tornado a empresa um vizinho indesejável.

A fumaça industrial, que seria da caldeira de um curtume, vem preocupando e incomodando moradores do bairro Vila Pedrini, em Joaçaba. Desde a quinta-feira (07) a intensidade e o mau cheiro vindos do local tem tornado a empresa um vizinho indesejável.

Um dos leitores informou que a fumaça toma conta do bairro e é até difícil respirar. Há períodos do dia que fica insuportável e o cheiro de queimado entra dentro das casas e das empresas. "A empresa não tem nenhuma medida cabível pra controlar essa fumaça toda? Percebo que estão todos reclamando", descreveu.

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Uma outra moradora das proximidades comenta que há muitos anos convivem com o mau cheiro, mas que tem se tornado insuportável. O forte odor é sentido durante todo o dia, mas intensifica ao meio dia. "A empresa poderia ter ido para outro lugar onde não haja moradores próximos, justo por que o cheiro e a fumaça prejudicam muito. De uns tempo pra cá eles vem soltando muita fumaça, com o cheiros forte sabe o quanto é difícil conviver com isso todos os dias", relata. Ela ainda descreve que as casas possuem uma poeira do carvão expelido. "E os prejuízos a saúde? Crianças por exemplos que estão inalando essa fumaça. Elas precisam viver trancadas dentro de casa".

O Portal Éder Luiz buscou informações com as autoridades ambientais competentes. A Polícia Militar Ambiental disse que não teve nenhum registro ou reclamação sobre o fato.

Já o Instituto de Meio Ambiente (IMA) - antiga FATMA, disse que apesar de não receber denúncias nesta semana, vai enviar técnicos ao local para averiguar as informações levantadas pelo portal. O IMA informou ainda que a empresa já foi multada por crime ambiental, e caso for constatado um novo crime a reincidência deve aumentar uma possível multa.

Dois técnicos do órgão estadual visitaram a empresa na tarde desta sexta-feira (08), após informarmos a preocupação dos moradores da localidade. Segundo eles, não foi constatada nenhuma irregularidade. Um dos motivos relatados foi a volta da produção na segunda-feira, o que pode ter gerado mais fumaça que o normal, já que as caldeiras estavam paradas.

Fotos: Divulgação
Fotos: Divulgação

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas