Motim é registrado na Unidade Prisional Avançada de Campos Novos

Direção da unidade detalhou como foi dado fim ao movimento.

, 2.865 visualizações
Motim é registrado na Unidade Prisional Avançada de Campos Novos

Na última sexta-feira, 17, próximo das 21h30, internos de algumas celas da Unidade Prisional Avançada de Campos Novos (UPA) iniciaram movimento de motim. Os Agentes Penitenciários de plantão solicitaram apoio da Polícia Militar, assim como Agentes em folga. O Gestor da Unidade solicitou reforço das Unidades prisionais da região. Assim que reuniu-se equipe suficiente para realizar as medidas necessárias de forma segura e eficiente, iniciou-se a investida coordenada por Agentes Penitenciários locais com treinamento especializado e experiência em intervenções prisionais.

Através de uma nota, a direção da unidade informou como foi a ação para controlar o motim:

Com o apoio das guarnições da Polícia Militar de Campos Novos, PPT do Batalhão de Polícia Militar de Herval d´Oeste, Equipe de Agentes Penitenciários das Penitenciárias de Curitibanos e São Cristóvão do Sul, Presídio Masculino de Lages e Presídio Regional de Lages, foi contido o movimento de subversão a ordem, retirados os presos das celas depredadas e transferidos para outras Unidades Prisionais do Estado.

Três celas das seis envolvidas sofreram danos graves ao patrimônio público, pois peças modulares internas das celas foram arrancadas e usadas pelos presos na tentativa de romper os portões das celas, sendo estas interditadas para perícia e reforma.

Durante as ações, tanto presos quanto servidores não sofreram lesões. Toda ação coordenada usou de meios de contenção não letais e de efeito moral.

Considerando a redução de vagas em razão dos danos, e disponibilidade do Departamento de Administração Prisional em conceder vagas provisórias em outras Unidades, e principalmente visando a manutenção da disciplina, ordem e segurança da Unidade vinte e nove presos foram transferidos na madrugada deste sábado.

As motivações estão sendo investigadas, mas dentre os motivos para o motim dos presos, informações indicam que o descontentamento pela recentes condenações geradas pelas operações deflagradas pela Polícia Civil, e assim o desejo de serem transferidos para penitenciárias.

Cabe salientar a resposta rápida das instituições Estaduais envolvidas para solução efetiva e precisa da ocorrência.

A Administração da Unidade Prisional Avançada de Campos Novos agradece o apoio e parabeniza as equipes de Polícia Militar e Agentes Penitenciários que participaram da operação.

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas