Motorista concordiense receberia R$ 100 mil para transportar 26 toneladas de maconha

Ele foi preso no Mato Grosso. Apreensão é a maior do ano já feita pela PRF.

, 2.246 visualizações
Motorista concordiense receberia R$ 100 mil para transportar 26 toneladas de maconha
Imagens: Divulgação / PRF

O motorista do caminhão com a maior apreensão de drogas realizada neste ano, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) é morador de Concórdia. V.C.K, de 50 anos disse aos policiais que receberia R$ 100 mil pelo transporte. À polícia, ele também disse que uma pessoa o estaria esperando em um ponto combinado e que ele deveria entregar a carreta a esse "contato". Ele estava acompanhado por uma mulher no caminhão, que também foi detida e levada para a delegacia.

A apreensão da droga aconteceu na manhã de terça-feira, 28 de maio, por volta das 11h. No entanto, o trabalho de inteligência da Polícia investigou e acompanhou todo o trajeto da carga. O motorista disse que levaria a carga de milho de Aral Moreira (MS) para Lajeado (RS). Assim, a carreta foi carregada durante a segunda-feira, dia 28. Durante à noite, o caminhão foi entregue para o "contato" que na manhã de terça-feira, o devolveu nas proximidades do distrito de Sanga Puitã, em Ponta Porã.

O motorista concordiense, então, seguiu pela MS-386, passou por Amambai e foi parado pela fiscalização na MS-295, nas proximidades de Iguatemi, onde a droga foi interceptada. Essa rota é conhecida como alternativa para fugir da fiscalização na BR-163.

Em busca no veículo, os policiais federais encontraram, 26 toneladas de maconha, 2 pistolas, 1 revólver e 289 munições variadas. A apreensão, está entre as 10 maiores da história da PRF em todo o Brasil. Os dois ocupantes do veículo foram presos e encaminhados, junto com a droga, a carreta e o armamento, à Polícia Federal em Naviraí.

Notícias relacionadas