Mundo Senai apresenta oportunidades e nichos de mercado à estudantes

Jovens puderam conhecer oportunidades de formação nas áreas da indústria e, ainda os trabalhos desenvolvidos na Instituição.

, 339 visualizações
Mundo Senai apresenta oportunidades e nichos de mercado à estudantes

Na última semana, o SENAI abriu mais uma vez suas portas para que a comunidade pudesse conhecer, além da estrutura física, o potencial de conhecimento dos alunos, por meios do Mundo SENAI. Em Luzerna, mais de 1.600 pessoas passaram pela unidade ao longo dos dois dias de evento (08 e 09 de novembro) podendo explorar o universo dos cursos oferecidos.

De acordo a diretora das Unidades do SENAI do Meio Oeste, Silvana Meneghini, além de conhecer a estrutura do SENAI e as ocupações técnicas e cursos oferecidos, o Mundo SENAI também oportuniza uma aproximação da comunidade com o trabalho que realizamos." Essa é a 15ª Edição do Mundo SENAI e a comunidade pode ter contato com os projetos desenvolvidos pelos cursos que promovem a formação profissional e tecnológica, a inovação e a transferência de tecnologias industriais, por mostras tecnológicas, orientação profissional e visitas aos laboratórios que simulam o dia a dia da indústria", pontua. "Durante a manhã, tarde e noite, a comunidade pôde conhecer projetos inovadores e de qualidade, demonstrando a tecnologia como aliada, as quais podem inspirar os alunos na escolha de uma profissão de maneira mais segura e assertiva".

Silvana pontuou que simultaneamente ao Mundo SENAI, ocorreu a primeira edição do Arena Luzerna de Empreendedorismo, a qual é uma ponte entre ideias inovadoras à investidores e ao mundo empresarial. "O SENAI também tem essa preocupação, não somente trabalhar na formação técnica dos jovens e em suprir as demandas que as empresas da região tem, mas mostrar aos alunos a diversidade de caminhos que podem ser seguidos".

Empolgada com seu projeto Natália Camarotto de 15 anos, aluna de Usinagem no SENAI Joaçaba, apresentou seu caminhão rosa em meio uma grande cidade criada por seus colegas. Ela começou o curso há 1 ano e teve conhecimento do curso por amigos, além de ser aluna de colégio público, fez aulas de iniciação do Senai. Também é filha de ex-professor do Senai. "Não é uma tarefa fácil terminar um projeto para apresentar a família, colegas e a comunidade. Tivemos que estudar muito e se dedicar para terminar o protótipo de caminhão", pontua Natália, salientando que quer seguir a área de Engenharia Mecânica. "Sempre quis essa área, e cursar Usinagem me fez gostar ainda mais da área e me ajudar bastante a conhecer esse mundo, porque é o que eu quero seguir como carreira".

Natália Camarotto de 15 anos, aluna de Usinagem no SENAI Joaçaba,
Natália Camarotto de 15 anos, aluna de Usinagem no SENAI Joaçaba,

De acordo com o professor de Aprendizagem Industrial, Gilberto Warken os alunos de Usinagem receberam os desenhos dos caminhões e individualmente desenvolveram seus protótipos. A mini cidade teve caminhões boiadeiros, guincho, madeireiros, plataforma, entre outros.

Circulando pelo SENAI os jovens puderam conhecer diversos projetos na área de Edificações e Mecânica; Eletromecânica; Informática; Automação Industrial e Eletrotécnica.

Acesso ao mercado de trabalho

O SENAI oferece diversas possibilidades de formação com foco no setor industrial. Ao longo de 76 anos, a instituição já formou mais de 73 milhões de trabalhadores no Brasil. São mais de 450 cursos ofertados, que vão da iniciação profissional, passando por cursos técnicos, até a graduação e pós-graduação tecnológica. Em Santa Catarina, são mais de 100 mil matrículas por ano.

No mercado de trabalho, os profissionais formados pela instituição têm espaço garantido e com boa remuneração. De acordo com a Pesquisa de Acompanhamento de Egressos, 95% das indústrias têm preferência por profissionais do SENAI.

Fonte:

Nativa Comunicação

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas