Município de Videira proíbe eventos sociais após aumento de casos de Covid-19

Decreto foi publicado nesta quarta-feira (5) e tem validade até o dia 31 de janeiro.

, 1.477 visualizações
Foto: Unsplash/Reprodução/ND
Foto: Unsplash/Reprodução/ND

A realização de eventos sociais e comemorativos, como casamentos, formaturas e bailes, está proibido no município de Videira, no Meio-Oeste de Santa Catarina, a partir do dia 10 de janeiro. A decisão foi publicada em decreto assinado pela vice-prefeita, Claudete Nardi Vavassori, nesta quarta-feira (5).

A decisão é em decorrência do aumento de casos ativos da Covid-19 e também de Influenza. Conforme o documento, os eventos que estejam programados até o dia 9 de janeiro ficam autorizados, desde que respeitados todos os protocolos e regras sanitárias de prevenção à Covid-19 e Influenza.

O decreto também proibiu, a partir desta quarta-feira, a dança e o uso da pista de dança em qualquer evento ou estabelecimento mesmo nos já programados. Todos os locais e também a população em geral devem seguir rigorosamente as determinações e restrições impostas pela governo do Estado.

As novas medidas de restrição seguem até o dia 31 de janeiro de 2022, e podem ser prorrogadas conforme a necessidade e a situação local. As medidas poderão ser reavaliadas a qualquer momento, de acordo com a situação epidemiológica do município.

Crescimento de casos

No dia 29 de dezembro o número de casos positivos de Covid-19 voltou a subir em Videira. Na última terça-feira (4) foram notificados 44 positivados e um total de 87 ativos. Foram 86 novos casos de coronavírus em apenas 15 dias e de acordo com a Secretaria de Saúde, o número tende a aumentar ainda mais nos próximos dias, devido às festividades de fim de ano.

No dia 23 de dezembro foi registrado o primeiro caso de Influenza em Videira. O número de notificados com a gripe já chegou em 68 desde. Em investigação epidemiológica, os contaminados tanto para Covid-19 quanto de Influenza, alegaram ter viajado nos últimos dias ou tiveram contato com pessoas que viajaram para cidades com grande número de contaminados.

De acordo com a equipe da Saúde de Videira, a movimentação no gripário da UPA e do Hospital Divino Salvador teve um aumento muito preocupante, superando os atendimentos que eram realizados nos períodos de pico de contaminação, chegando a 316 atendimentos de pessoas com sintomas respiratórios em um único dia, número registrado na terça-feira.

Em caso de sintomas gripais leves, a orientação da Secretaria Municipal de saúde é isolar-se dos familiares e contatos, e se após 24h os sintomas permanecerem, procurar a unidade de saúde do bairro durante o dia, ou o gripário da UPA e HSDS que atendem 24h.

Caso os sintomas sejam febre alta e falta de ar, a orientação é buscar o atendimento imediatamente. As unidades de saúde dos bairros também estão realizando testes para Covid-19.

Fonte:

ND +

Notícias relacionadas