Preso comandava o tráfico em Campos Novos de dentro da cela

Polícia investiga se a organização criminosa da qual ele faz parte também pode estar envolvida nos homicídios registrados no município.

, 3.382 visualizações
Preso comandava o tráfico em Campos Novos de dentro da cela

A Polícia Civil de Campos Novos realizou uma grande operação de combate ao tráfico de drogas nesta terça-feira, 21, contando com o apoio de polícia de outros municípios do Meio-Oeste. Foram expedidos 6 mandados de prisão preventiva, além de cinco mandados de busca e apreensão. Três pessoas foram presas e o que chamou a atenção foi que um dos alvos da operação cumpre pena no presídio de Chapecó e de dentro da cela comandava o tráfico de drogas no município.

Segundo a polícia, ele repassava as informações para a esposa, que através destas ordens executava o tráfico com o auxílio de outros comparsas. Na operação desta manhã foram encontradas drogas na casa da mulher, maconha, cocaína e crack. Ela já possuía mandado de prisão preventiva, mas na imóvel também havia mais dois homens e com eles foi encontrada mais droga, sendo todos presos em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação ao tráfico.

"Esta investigação, além de tráfico e associação, investiga a existência de associação criminosa, já que alguns dos envolvidos, são integrantes de uma facção que atua dentro e fora dos presídios catarinenses". Informou ao Portal Éder Luiz o Delegado Adriano Almeida.

Ligação com os homicídios em Campos Novos

Após as prisões de hoje e a divulgação de que as ordens para o tráfico vinham de dentro do presídio, surgiu a especulação que os homicídios praticados no município nos últimos meses também poderiam ter partido da mesma organização. A informação prestada pelo delegado é que a investigação aponta para este sentido.

"Existem ainda dois homicídios sem autoria sendo investigados e há a possibilidade de ter ligação com o tráfico de drogas, em especial o tráfico que é desenvolvido pela organização criminosa. Esta é a nossa principal linha de investigação". Finalizou o delegado.

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas