Preso principal suspeito da morte de venezuelano em Capinzal

Homem havia fugido para o Paraná após o crime. Já são quatro suspeitos presos.

, 1.763 visualizações
Local onde o suspeito estava escondido. ( Foto: Polícia Civil )
Local onde o suspeito estava escondido. ( Foto: Polícia Civil )

O homem apontado como principal suspeito da morte do venezuelano Antonhy Ruiz, assassinado a golpes de faca, gargalo de garrafa, chutes e socos, na praça central de Capinzal em 8 de maio, foi preso nesta segunda-feira, 16 no Paraná.

Segundo o delegado Gilmar Bonamigo, titular da delegacia de Capinzal, a prisão foi feita por policiais civis e militares na cidade de Pinhais.

Davi José Marcano é o quarto suspeito do homicídio, ele possuía mandado de prisão preventiva decretado pelo Poder Judiciário da Comarca de Capinzal, juntamente com os outros três suspeitos, todos venezuelanos, que foram presos no dia 12 de maio. Davi fugiu da cidade de Capinzal com a família, esposa e filho, inicialmente pagando um táxi até a cidade de Concórdia e depois seguindo para a cidade de Curitiba, onde chegou no dia 11.

A equipe de investigação da Comarca de Capinzal, apurou o paradeiro do suspeito e levantou que ele já estaria tentando retornar a Venezuela.

"O êxito na prisão e em evitar a fuga para o exterior deu-se em razão da soma de esforços da Polícia Civil, Ministério Público e Poder Judiciário, em especial do Setor de Investigação da Comarca, que teve o apoio incondicional da Responsável pelo Expediente da Delegacia de Lacerdópolis – Andréia Bareta". Destacou o delegado Gilmar Bonamigo.

O suspeito ainda não foi interrogado sobre os fatos, o que deve acontecer por vídeo conferência, uma vez que foi recolhido ao presidio de Curitiba. O Inquérito Policial deve ser concluído até o final desta semana.

Notícias relacionadas