Primeiras famílias assinam contratos habitacionais do Residencial Serenata em Luzerna

Nesse primeiro módulo são 57 famílias contempladas, sendo 25 casas e 32 apartamentos.

, 1.253 visualizações
Primeiras famílias assinam contratos habitacionais do Residencial Serenata em Luzerna

Com um auditório do Centro de Eventos São João Batista lotado foi realizada na noite desta quarta-feira (07) a assinatura dos primeiros contratos habitacionais do Residencial Serenata em Luzerna. Nesse primeiro módulo são 57 famílias contempladas, sendo 25 casas e 32 apartamentos. As unidades habitacionais serão construídas no acesso a Linha Leãozinho pela empresa Sertrex Empreendimentos, através do programa Minha Casa Minha Vida.

De acordo com Ruites Valmir Andrioni Junior, sócio-proprietário da empresa Sertrex, o primeiro módulo, com 25 casas (faixa 1,5) e 32 apartamentos (faixa 2 acima) contemplou primeiramente famílias de Luzerna, posteriormente, completada a demanda, foi amplamente divulgado e aberto para moradores de municípios limítrofes.

As casas atendem população da faixa 1,5 do programa Minha Casa Minha Vida e os apartamentos a partir da faixa 2. Da faixa 1,5 os beneficiários se enquadram nos que têm renda familiar entre R$ 1,8 mil a R$ 2,6 mil por mês.

“Há mais quatro módulos de 16 unidades a serem construídos, mas que não poderão ser contratados esse ano devido ao encerramento do orçamento anual. Esperamos que no ano que vem possam ter continuidade, e assim sucessivamente”, explica.

O primeiro módulo tem investimento de R$ 6 milhões financiados com recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), com prazo de amortização de até 30 anos e prestações decrescentes, com prazo de entrega de 30 meses a partir das assinaturas dos contratos. Outras 64 unidades aguardam liberação do programa, com investimento que chega a R$ 14 milhões.

Segundo o gerente regional da plataforma de Construção Civil da Caixa Econômica Federal, Ediomar Giachini, o programa facilita o acesso à moradia e ao sonho da casa própria, principalmente para a média e baixa renda.

“A prefeitura deu condições, através do subsídio, para aquisição do terreno, com isso a construtora conseguiu colocar um imóvel a um preço bem inferior ao praticado no mercado, facilitando para as pessoas adquirirem através do financiamento, que permite o financiamento em até 360 meses, ou seja, oito anos, com taxas de juros que variam de 4,5% a 8% ao ano. O Minha Casa, Minha Vida financia até 80% do imóvel, e o programa oferece um aporte financeiro subsidiado mais o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para complementação do custeio da obra”, detalha.

A futura moradora do residencial, Marilde Dias do Amaral disse estar muito emocionada por ter o sonho da casa própria sendo realizado. “No começo, foi uma luta porque eu não fui aprovada devido a não ter a carteira de trabalho assinada, naquele momento, só que eu já tinha começado num novo emprego então eu tinha esperança de que até o final eu iria conseguir minha casa, e quando chegou um dia me ligaram dizendo para eu levar os documentos porque havia um imóvel disponível, foi encaminhada a documentação para a Caixa e foi aprovada a inscrição”, comenta.

O prefeito Moisés Diersmann ressaltou que as moradias terão estrutura completa incluindo pavimentação, calçadas, sistema de esgoto, tudo dentro dos padrões de acessibilidade. “Estamos dando o pontapé inicial, de fato, depois de muito tempo, depois de muita luta. Quero enaltecer, em nome do Ruites, a qualidade da empresa, que nos dá a garantia de iniciar e terminar a obra no tempo previsto, da mesma forma a Caixa Econômica Federal, por acreditar nesse projeto e permitir o acesso dessas famílias às suas moradias. Quando a gente buscou essa missão, a gente buscou ter a melhor classificação”, conclui.

O Residencial Serenata foi viabilizado numa parceria entre município de Luzerna e governo federal através da Caixa Econômica Federal. A empresa Sertrex é a credenciada para execução de obras relacionadas ao Minha Casa Minha Vida.


Fonte:

Assessoria de Comunicação Prefeitura de Luzerna

Comentários

Notícias relacionadas