Quatro casas são destruídas por incêndio em Ponte Serrada

Mais de 10 pessoas ficaram desabrigadas.

, 1.033 visualizações
Quatro casas são destruídas por incêndio em Ponte Serrada
Imagens: Jhonatan Coppini/Oeste Mais

Quatro moradias foram atingidas por um incêndio na noite deste domingo, dia 18, no Bairro Cohab V, no distrito de Baía Alta, em Ponte Serrada. O Corpo de Bombeiros trabalhou por cerca de duas horas para conter o fogo. Apesar dos elevados danos materiais, não houve vítimas. 

Ainda não há confirmação sobre a origem do incêndio. Mais de uma dezena de pessoas moravam nos imóveis, incluindo crianças. Os desabrigados estão em casas de parentes e amigos. Eles perderam praticamente tudo.

 O filho de uma moradora de uma das residências atingidas contou que o fogo surgiu da casa de trás, onde mora o pai. Ainda segundo ele, a família tomava chimarrão na casa da mãe quando as chamas foram percebidas.

Imagens: Jhonatan Coppini/Oeste Mais

Além do Corpo de Bombeiros de Ponte Serrada, reforços de caminhões das guarnições de Faxinal dos Guedes e Xanxerê foram solicitados para combater as chamas. Moradores também tentaram auxiliar a equipe para agilizar o trabalho, evitando que o fogo se alastrasse para imóveis próximos.

 O incêndio na noite deste domingo é o segundo de grandes proporções registrado neste ano no local. Na madrugada do dia 18 de fevereiro, nove casas foram atingidas pelo fogo também no distrito de Baía Alta. Na ocasião, também dezenas de pessoas ficaram desabrigadas.

Imagens: Jhonatan Coppini/Oeste Mais

Ajuda

O Centro de Referência da Assistência Social (Cras) de Ponte Serrada informou que as sete pessoas que moravam nos imóveis são da mesma família, mas moravam separadas: mãe e três filhos em uma casa, o ex-esposo em outro imóvel e dois filhos nas outras duas casas.

Eles perderam tudo, como móveis, eletrodomésticos, utensílios, roupas, calçados e documentos. Doações de roupas e calçados masculinos, cobertores, móveis e eletrodomésticos básicos são necessárias no momento. O material pode ser entregue no Cras, o telefone é (49) 3435-0702.

Fonte:

Oeste Mais

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas