Reviravolta: Laudo descarta morte por explosão de carregador de celular

Polícia Civil instaurou inquérito para apurar os fatos.

, 9.080 visualizações
Reviravolta: Laudo descarta morte por explosão de carregador de celular

O laudo pericial realizado pelo Corpo de Bombeiros aponta que a morte de Emerson Ribeiro de Paula, de 31 anos, morador de Xanxerê, não foi ocasionada pela explosão do carregador de celular. A informação foi apurada pelo Portal de Notícias Ronda Policial. A hipótese é que se tenha uma causa humana direta no fato já que as chamas iniciaram de forma simultânea em diversos pontos do colchão, com indícios da presença de álcool.

O laudo foi encaminhado para a Polícia Civil que instaurou inquérito para apurar os fatos. De acordo com o delegado Evandro Luiz Oliveira de Abreu, responsável pelas investigações, ainda é cedo para apontar as causas da morte. Ele aguarda a conclusão de outros laudos periciais para determinar qual a linha de investigação que será seguida.

Neste link confira na íntegra o que diz o laudo completo emitido pelo Corpo de Bombeiros.

Emerson Ribeiro de Paula, 31 ano morreu após ficar 5 dias internado. A vítima que era paraplégica sofreu queimaduras de primeiro e segundo graus nas pernas e na pelve.


Fonte:

Com informações Ronda Policial

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas