Trote mobiliza equipes do Samu por 35 km em Joaçaba

O fato tirou de atendimento a única viatura com suporte de UTI da região, expondo toda a população.

, 11.679 visualizações
Trote mobiliza equipes do Samu por 35 km em Joaçaba

Na noite do último dia 09, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), recebeu uma solicitação sobre uma mulher que teria sido atropelada na BR 282, em Erval Velho e que estaria com fratura exposta de fêmur e desacordada.

Diante da situação e gravidade do caso, foi acionada para atendimento a UTI móvel, que deslocou-se por aproximadamente 17 km em código vermelho e ao chegar ao local não encontrou a vítima. Ainda, conforme os protocolos de atendimento da Central de Regulaçao do SAMU, o médico permaneceu na linha com o solicitante, informando sobre os primeiros socorros a serem prestados à vítima, e confirmadas pelo mesmo, o que deu mais realidade à falsa chamada.

Ao não encontrar a vítima e diante da gravidade, a equipe realizou buscas no local mas nada foi constatado.

Constatado que se tratava de trote, foi entrado em contato com o solicitante que ainda zombou da situação e utilizou de palavras de baixo calão para xingar os atendentes.

O fato tirou de atendimento a única viatura com suporte de UTI da região, expondo toda a população da região de Joaçaba a ficar sem atendimento caso outro chamado de gravidade semelhante ocorresse naquele momento e fez a viatura deslocar-se por mais de 35km desncecessariamente.

A Polícia Civil foi comunicada e identificou os autores do trote, 3 adolescentes, entre 14 e 16 anos de idade, residentes na cidade de Erval Velho, descobertos através de um trabalho de investigação, que deverão ser punidos junto com seus responsáveis, de acordo com a Lei.

Samu registra mais de 700 trotes por mês

O SAMU (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência) de Joaçaba registra em média mais de 700 trotes por mês. Quem pratica esta brincadeira de mau gosto pode ser multado, já que uma equipe de emergência é enviada para um atendimento falso, o que acaba por desguarnecer toda a região de Joaçaba.

Entre os meses de janeiro a maio deste ano, o serviço de regulação telefônica, que fica em Joaçaba, e que também atende as cidades de todo o Meio Oeste, recebeu quase 10.000 ligações para atendimento.

Porém, em muitas ocasiões a vítima não existe. Esta prática, infelizmente ainda muito comum, é muito prejudicial pois pode haver um chamado em que uma pessoa possa realmente estar precisando de um socorro do SAMU, e as linhas ou as ambulâncias vão estar congestionadas ou em atendimento, pois há alguém passando trotes. Essa brincadeira de mau gosto pode colocar vidas em risco, segundo a gerência do SAMU 192 de Joaçaba.

Ainda segundo o SAMU, existe um trabalho intensificado para que estes fatos não mais ocorram, como o EducaSAMU, que realiza palestras nas escolas da região. Gradativamente isso vem diminuindo, mas é muito importante principalmente que os pais orientem seus filhos a não ligarem para o 192 desnecessariamente. No tempo em que a ambulância se desloca para atender um trote pode entrar uma vítima de verdade e o veículo não estar disponível, e inclusive, causar a morte desta vítima, que ficará sem atendimento.

De acordo com a Lei Estadual n. 14.953 de 12 de novembro de 2009, o acionamento indevido ficará sujeito a multa de R$ 200,00 por ligação realizada e não impede a imposição das penalidades previstas no Código Penal Brasileiro.

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas