Um ano depois, hervalense que doou medula para paciente dos EUA relembra a importância de ser doador

Procedimento foi sucesso e a criança que foi a receptora está bem de saúde.

, 4.686 visualizações
Chalaco e a esposa no hospital em que a coleta foi realizada
Chalaco e a esposa no hospital em que a coleta foi realizada - Imagens: Arquivo pessoal

Há exatamente 1 ano se concretizou a doação de medula óssea de Chalaco Luiz dos Santos destinada a uma criança de onze anos na Califórnia, Estados Unidos. Na época, a história foi contada aqui no Portal Éder Luiz e, agora, o doador hervalense em depoimento enviado ao portal, falou da alegria em saber que seu gesto salvou a vida da criança beneficiada com a doação.

"É com uma felicidade transbordando no coração e na alma que podemos afirmar que a medula pegou e a receptora passa bem. Doador de sangue a 20 anos não tive dúvidas ao dizer que sim quando o Redome me ligou em meio a pandemia pedindo confirmação para uma possível doação "salvar vida sempre foi o propósito ao doar sangue e agora não podia ser tão divino ao doar a medula

Este é o momento de agradecer novamente a todos que de alguma forma participaram daquele momento: "a Deus pela vida e saúde, a família por apoiar sempre, pela família Cunha de Porto Alegre por nos hospedar e sempre nos amar, ao Antônio Marchezini por dar suporte a viagem, ao Hemosc de Joaçaba pelo grande carinho, a equipe de coleta do banco de sangue de Porto Alegre pelo grande carinho, aos envolvidos que tive contato do Redome pela paciência, a todos que por algum meio de comunicação expressaram seu carinho isso é imensurável, todos que estão na espera de medula tenham fé no Deus do impossível".

Chalaco ressaltou ainda, a importância de ser um doador.

"Todos que puderem se cadastrem e ajudem a aumentar as chances das pessoas que precisam de uma doação, isso é muito importante", finalizou.

Notícias relacionadas