Unidade de Atendimento Veterinário da Unoesc está à disposição para atender animais do caso de maus-tratos

Caso aconteceu em Campos Novos e chocou a população.

, 2.899 visualizações
Unidade de Atendimento Veterinário da Unoesc está à disposição para atender animais do caso de maus-tratos

Um caso de maus-tratos aos animais veio à tona em Campos Novos, depois que um homem foi preso e confessou ter matado, de forma brutal, vários animais. No momento da prisão, uma outra cadela ferida por ele foi socorrida em estado grave e encaminhada para atendimento veterinário.

A Unoesc Campos Novos se solidariza com o caso e, por meio do curso de Medicina Veterinária e sua Unidade de Atendimento Veterinário (UAV), coloca-se à disposição para atender os animais que por ventura forem resgatados e precisarem de cuidados. Uma vez que, segundo os registros das voluntárias da Ajude Nossos Animais (ANA), que está a par do caso, há pelo menos outros 30 cachorros desaparecidos.

— Estamos todos atônitos com o caso. Nós todos temos um sentimento especial com os animais e ficamos perplexos com tudo que ocorreu. Esperamos que os demais animais desaparecidos sejam resgatados com vida e, por meio do Curso de Medicina Veterinária, nos colocamos à disposição para examiná-los e disponibilizarmos o tratamento que precisarem — afirmou o coordenador do Curso de Medicina Veterinária, Fábio José Gomes.

O CASO

Após denúncias de voluntários da Ajude Nossos Animais (ANA) e de pessoas anônimas da comunidade, foi preso na segunda-feira (28), um rapaz de 19 anos, morador das proximidades do centro de Campos Novos, suspeito de ter praticado uma série de mortes contra cães, parte deles acompanhados pela ANA e alimentados por protetores ao redor da praça central do Município. O suspeito foi preso pela Polícia Civil na casa dele, após constatação em dois vídeos, onde o jovem com uma corda amarrada aos animais, puxava os cães.

Na casa do jovem, a polícia encontrou um órgão, similar a um coração de um animal, em um vidro. Na Delegacia, durante o interrogatório, o autor confessou que matou, no total, quatro cães, tendo inclusive comido um dos animais e que o coração encontrado era desse animal.

O autor foi preso em flagrante pelo crime de maus-tratos.

Fonte:

Alessandra de Barros/Ascom Unoesc

Notícias relacionadas