Unidos do Herval quer conquistar o título com o enredo "Tribal"

Escola da Águia será a segunda a entrar na avenida no sábado (02).

, 1.090 visualizações
Unidos desfilou a baixo de chuva em 2018. (Arquivo Portal Éder Luiz)
Unidos desfilou a baixo de chuva em 2018. (Arquivo Portal Éder Luiz)

A escola da Águia, Unidos do Herval, é reconhecida como uma das agremiações mais tradicionais e sua história começou a ser escrita nos anos 50, em Herval d’ Oeste. A iniciativa partiu de um grupo de casais, que se reuniu para desfilar nas ruas e clubes. A parceria durou até meados dos anos 70. Em 1979 o grupo voltou às atividades, e em 1981 a escola de samba foi fundada oficialmente.

A Unidos possui três títulos em carnavais nos anos de 1981, 2002 e 2014. Neste ano, a agremiação pretende cativar os foliões e conquistar o tão sonhado título de campeã do Carnaval de Joaçaba com o enredo "Tribal", de autoria de Roger Madruga.

A escola entrará na avenida com cerca de 800 competentes, três alegorias um tripé e muitas novidades. "Essa é a marca registrada da Unidos, a cada ano apresentar inovações na avenida", pontua Roger.

No último desfile, a Unidos teve sua apresentação prejudicada o em razão da forte chuva. "Tivemos muitas perdas, muitos materiais importados foram perdidos como a plumagem. Mas a agremiação se reestruturou e apesar das dificuldades de recursos, os problemas com o barracão, a garra da escola e de quem faz o carnaval da unidos impressiona", salienta Roger. "Não é só a diretoria que faz carnaval, mas principalmente o trabalhador, o voluntário que veste as cores da escola e se imbui da garra da águia e faz o carnaval acontecer. Sentimos isso no olhar de cada componente que vira a madrugada, atua na confecção de alegorias, fantasias, enfim".

Unidos desfilou a baixo de chuva em 2018. (Arquivo Portal Éder Luiz)
Unidos desfilou a baixo de chuva em 2018. (Arquivo Portal Éder Luiz)

Roger destaca que o enredo africano, possibilita o uso de materiais alternativos, fugindo do brilho e luxo ostensivo. "Ousamos muito do rústico, com materiais como a palha e a juta, pertinentes a cultura africana. E dentro dessa cultura há uma grande riqueza de detalhes e ornamentos e será levado para avenida".

Um enredo desses demanda muita pesquisa e conforme Roger, desde que Zezzo Henze, carnavalesco da agremiação, definiu que esse seria o enredo, houve um mergulho na religiosidade, cultura e misticismo da cultura afro, mantendo respeito as tradições. "O sangue afro faz parte do nosso sangue, cerca de 33.33%. Outro dois terços são de sangue europeu e indígena, variando em diversas regiões do país".

"Nosso carnaval não ficará apenas em 60 minutos, mas queremos que ele vá além da avenida, seja motivos de discussão em grupos de cultura, seja levada para casa e nas escolas", completa Roger.

De acordo com Zezzo e Roger, o sentimento nos barracões é de garra e muita expectativa para um excelente desfile. "Principalmente que não seja debaixo de chuva. Disposição é o que mais vemos por aqui, como a águia que é ave que mais alto voa, é o sentimento de todos, querem esta lá em cima. Temos um histórico de fazer bons desfiles e esse será mais um".

Zezzo Henze atua desde 2009 na Unidos do Herval, é o carnavalesco mais longevo dentro da agremiação, já possui longa trajetória de parceria com Roger, onde já foram parceiros na Beija Flor.

"Cada ano é uma luta diferente, com adversidades e desafios. Todos precisam ser superados diariamente. O artista precisa trabalhar com a adversidades, olhar para materiais que nada representam e tornar aquilo em algo esplêndido. É isso que faremos novamente com a Unidos, criamos um belo espetáculo dentro do que temos a disposição", comentam Zezzo e Roger.

Ambos enfatizam que os torcedores da agremiação podem esperar por um desfile maravilhoso. "A águia vem chegando, vem guerreira e para a briga. Desfile se ganha dentro da avenida, com garra, samba e união", completam.

Unidos desfilou a baixo de chuva em 2018. (Arquivo Portal Éder Luiz)
Unidos desfilou a baixo de chuva em 2018. (Arquivo Portal Éder Luiz)

FICHA TÉCNICA

UNIDOS DO HERVAL

Presidente: Sérgio Giacometti

Carnavalesco: Zezzo Henzze

Mestre Sala e Porta Bandeira: Rodrigo Salla e Alexia Tailine Etges

Comissão de Frente: Mônica Pozzebon

Diretor de Bateria: Mestre Max

Alas: 12

Alegorias: 3

Integrantes: 800

Fundação: 1981

Cores: Amarelo, Vermelho, Preto e Branco

Símbolo: Águia

Enredo: Tribal


Confira a letra do enredo de 2019:

TRIBAL

UNIDOS DO HERVAL 2019

COMPOSIÇÃO: PANELA – ALEX DE SOUZA

OLHA EU SOU DA PELE NEGRA

SINTA A MAGIA, DO MEU RITUAL

MEU ATABAQUE VIBRA E CONTAGIA

EU SOU DA TRIBO DA UNIDOS DO HERVAL (BIS)


DO BARRO MOLDADO, FUI GERADO

TERRA, FOGO, ÁGUA E AR,

NUM BRADO DE GUERRA EMPUNHEI O MACHADO

ORUN ABENÇOOU

SERPENTE SAGRADA ME ILUMINOU (OXUMARÉ)

MERGULHEI NAS ÁGUAS DE YA (MÃE AIOKÁ)


SARAVÁ, SARAVÁ, ME MOSTRE O CAMINHO DO MAR 2X


NO CLAMOR DO TAMBOR, NO CLAMOR DO TAMBOR,

O CANTO E A DANÇA, É A FÉ DO POVO TRIBAL,

NO CATIVEIRO FUI NEGRO GUERREIRO

AVENIDA E NO TERREIRO, EU SOU IMORTAL (BIS)


NEGRO, REÚNA OS TEUS ANCESTRAIS

LEVANTE E ROMPA O GRILHÃO,

ECOE OS TAMBORES DOS TEUS RITUAIS

EM ROMARIA E LOUVAÇÃO,

A MINHA COR PEDE PASSAGEM,

MEU CANTO E DE ALEGRIA E NÃO DE MÁGOA,

SALVE O REI DA MALANDRAGEM,

A MINHA ÁGUIA VOA ATÉ DEBAIXO D’ÁGUA

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas