Vereador e o irmão são presos por caça ilegal de animais silvestres

Aves silvestres abatidas e armas foram apreendidas pela Polícia Militar Ambiental.

, 12.188 visualizações
(Foto: PMA)
(Foto: PMA)

O Comando de Policiamento Militar Ambiental, por meio da unidade em Joaçaba, a qual pertence ao 2º Batalhão de PMA, flagrou, no final da tarde de ontem (16), dois homens, irmãos, realizando a prática de caça ilegal de animais silvestres no interior no município Tangará, Linha Lageado Grande. 

No local da abordagem foram encontradas 13 carcaças de aves silvestres, um rifle cal.22 com silenciador acoplado, uma espingarda de dois canos cal.28, outra espingarda cal.36 e, ainda, uma espingarda de pressão cal.5.5, além de munições de diversos calibres, tanto intactas quanto deflagradas. 

Diante do flagrante da caça ilegal de animais silvestres e do porte ilegal de armas de fogo, os autores foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil de Tangará para serem tomadas as devidas providências. 

O Portal Éder Luiz apurou que um dos envolvidos, que não teve o nome divulgado, é vereador. Ele pagou e o irmão pagaram fiança e foram liberados para responder o processo em liberdade.

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas