Voluntários usam material reciclável para tapar frestas de casas e proteger famílias do frio

Conheça mais sobre o projeto que acontece em Joaçaba e seja um apoiador desta causa.

, 6.303 visualizações
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba

Em meio as dificuldades enfrentadas em todo o mundo, vários projetos tem surgido e feito a diferença na vida das pessoas, principalmente as que se encontram em vulnerabilidade social. Assim, um casal de Joaçaba engajado com a causa social decidiu trazer um projeto diferente para a região, buscando levar conforto térmico as famílias que sofrem com o frio excessivo.

Claudia Rodrigues e João Graef conheciam o Projeto Brasil sem Frestas há três anos e já colaboravam com o mesmo em outra cidade, mas em meio a pandemia do novo coronavírus, enquanto distribuíam cestas básicas em Joaçaba como voluntários em uma ONG, viram a necessidade de ajudar também as famílias através do projeto, que tem por objetivo tapar as frestas das casas utilizando caixas de leites.

"Encontramos uma casa em situação bem delicada durante as entregas de cestas básicas, foi ali que senti que poderia fazer mais e realizar aquela vontade de três anos atrás quando tive conhecimento do Brasil sem Frestas. Então, perguntei ao meu esposo o que ele achava de nós reunirmos força e forrar aquela casa, ele me falou: vamos em frente. Assim iniciamos o projeto em Joaçaba", diz Claudia.

Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba

Mas afinal como funciona o projeto?

Através de embalagens Tetra Park, que são utilizadas como placas que após serem costuradas e grampeadas fazem um isolamento térmico nas casas e assim, é possível barrar o vento e o frio que entra pelas frestas.

"Coletamos as caixinhas de leite, suco, ou seja todas as embalagens Tetra Park, fazemos a higienização delas e abrimos uma a uma. Depois as separamos por marca e costuramos uma na outra transformando essas caixas em placas. Essas placas são grampeadas nas paredes e fazem um revestimento na casa, como um isolamento térmico", conta.

Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba

O casal, junto com outros voluntários, revestiu uma casa em Joaçaba nesse inverno com as placas construídas com caixas de leite e pôde levar um pouco de alento a uma mulher que sofria com o frio que invadia sua casa devido as frestas.

"Conversamos com a proprietária da casa e explicamos a ela o projeto e pedimos se ela gostaria que nós executássemos na casa dela. Ela logo aceitou, e eu comecei uma corrida para arrecadar caixas, pois em fevereiro eu entreguei as que eu tinha para o projeto em Chapecó. Fiz o pedido no grupo de mães o qual participo e a amigos próximos e expliquei qual seria a finalidade e o retorno foi muito positivo. Foram 30 dias arrecadando, lavando e costurando para poder levar as placas prontas".

Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba

A casa que foi revestida com as placas confeccionadas com caixas de leite, ficou protegida do frio graças ao projeto que se dispôs em ajudar a mulher que sofre com problemas respiratórios. E assim, o projeto quer alcançar outras famílias que também sofrem com o frio, mas para isso precisa de ajuda tanto de matéria prima como de voluntários.

"No momento somos em 09 pessoas que atuam diretamente no projeto em Joaçaba, mas estamos de braços abertos para receber quem queira participar e doar seu tempo em ajudar o próximo. A outra forma de doação, é a doação da matéria prima que são as caixinhas e essa também é gratuita e todos podem fazer a doação delas, basta lavar e cortar e ir guardando, assim que tiver uma certa quantidade pode nos ligar que vamos buscar", afirma Claudia.

Aqui em Joaçaba o projeto ainda está em fase inicial, sendo um multiplicador do Projeto Brasil Sem Frestas. "Estamos produzindo material para darmos continuidade ao Projeto por aqui. Não pretendemos parar, queremos ser um braço a mais da raiz do projeto original e assim ser o "Brasil Sem Frestas Joaçaba", finaliza Claudia.

Como participar?

Qualquer pessoa pode participar, sendo um membro diretamente ou indiretamente, ajudando no desenvolvimento das etapas do trabalho até indo a campo fazendo a execução final, ou mesmo sendo um doador das caixinhas, porque sem elas não é possível realizar o trabalho proposto.

Para conhecer mais sobre o projeto acesse a página do Facebook, Clicando Aqui! e também do Instagram: Clicando Aqui! Para mais informações também pode entrar em contato pelo telefone: (49) 98815-6398.

Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba
Fotos: Projeto Brasil sem Frestas Joaçaba

Fonte:

Eliete Squerzzato Bechi - Portal Éder Luiz

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas