Acusado de assassinato em Concórdia se apresenta à Polícia Civil, fica “calado” e irá responder em liberdade

O suspeito assumiu que disparou contra a vítima, não entregou a arma do crime e se limitou em prestar informações à autoridade policial.

, 2.375 visualizações

O jovem de 19 anos suspeito de assassinar Ivonir Recalcatti, na Travessa Lamonatto, centro de Concórdia se apresentou na Delegacia de Polícia na tarde desta segunda-feira, dia 7, mas se reservou o direito de permanecer sem prestar nenhum esclarecimento sobre o crime.

Segundo as informações, ele somente assumiu que disparou contra a vítima que acabou indo a óbito no local do crime. O homicídio ocorreu na última quinta-feira, dia 3, por volta das 23h50, quando Recalcatti estava saindo do trabalho e retornando para casa. Ele era casado tinha três filhos e a esposa está gravida de três meses.

Depois de se apresentar à Polícia Civil o suspeito foi liberado para responder o processo em liberdade. Contra ele, não tinha nenhum mandado de prisão ativo. Nesse caso, o advogado disse que ele poderá responder o processo em liberdade, já que tem residência fixa e também estava trabalhando, apesar de não ter a carteira assinada.

O suspeito não entregou a arma do crime e se limitou em prestar informações à autoridade policial. O advogado ainda esclareceu que ele agiu sozinho, ou seja, ele desembarcou do carro pela porta do caroneiro devido aos problemas mecânicos que a porta do motorista apresentou no momento em que tentou sair do veículo.

Apesar de não revelar detalhes da motivação do crime, as informações apuradas pelo jornalismo da Atual FM revelam que os dois eram conhecidos, inclusive trabalharam juntos. O autor do homicídio teria sido demitido do emprego e essa seria a causa do desentendimento.

As imagens gravadas por câmeras de videomonitoramento revelam que o suspeito chegou de carro no local, desceu pela porta do caroneiro e depois fez os disparos na vítima que estava embarcado em uma motocicleta. A vítima não teve chance de defesa, correu por alguns metros depois de baleado e acabou indo a óbito.

A apresentação do suspeito ocorreu através da equipe do escritório do advogado Osmar Colpani.

Fonte:

Com informações de Atual FM

Comentários

O Portal Éder Luiz se exime de qualquer responsabilidade por comentários postados por seus leitores. Os comentários não representam a opinião do Portal e toda responsabilidade está a cargo de quem os postar.

Notícias relacionadas